79% dos administradores de TI querem pedir demissão devido ao estresse

Por Redação | 05 de Maio de 2014 às 11h41

Uma pesquisa anual da Opinion Matters com a GFI Software, conduzida com 200 adminsitradores de TI dos Estados Unidos, revelou números bastante negros sobre esse mercado. De acordo com os dados, 79% dos profissionais da área pensam constantemente em pedir demissão de seus cargos devido ao stress proporcionado pelas funções realizadas.

O total, disponível na terceira edição da IT Admin Stress Survey, foi publicado pelo site E-Security Planet e exibe um grande aumento em relação ao que foi registrado no ano passado. Na versão 2013 do estudo, o total de executivos que queriam ir embora foi de 57%, um valor ainda alto, cujo crescimento mostrou uma tendência de piora no setor.

Mais do que isso, a pesquisa revelou que 38% dos executivos entrevistados já perderem eventos sociais devido às responsabilidades do trabalho, enquanto 35% deles disseram ter deixado de passar momentos importantes com a família pelo mesmo motivo. Ainda nesse tópico, um terço dos profissionais afirmaram que pelo menos uma relação pessoal sofreu com a carga de expediente diária e o estresse gerado.

A conclusão final é bastante definitiva. Pelo menos na visão de 30% dos trabalhadores do setor, são eles as pessoas mais estressadas em seus respectivos grupos sociais ou familiares. De acordo com a pesquisa, o fator crítico desse tipo de tecnologia e a necessidade de segurança em praticamente toda empresa que tiver seus negócios online é a explicação para o alto nível de estresse.

Essa demanda altíssima também acaba implicando em problemas trabalhistas. Um terço dos entrevistados afirmou trabalhar de oito a 12 horas extras todas as semanas, mas sem serem pagos por elas. Esse mesmo total também afirmou já ter passado por problemas de saúde devido à carga de estresse, enquanto outros 17% acreditam estar com as condições físicas debilitadas pelo mesmo motivo.

Para a GFI Software, algumas medidas básicas podem ser tomadas pelas empresas para reduzir esse problema. A ideia, acima de tudo, é dar aos administradores de TI financiamentos e demandas realistas com a capacidade de cada um e também com as necessidades de cada companhia. Como o estudo mostrou, boa parte do estresse se deve ao fato dos envolvidos estarem trabalhando acima da carga recomendada.

Além disso, a empresa indica a instalação de soluções que automatizem certas funções de gerenciamento, como a aplicação de atualizações de sistema ou a autorização de dispositivos móveis levados pelos funcionários ao local de trabalho. Isso, além de proporcionar um melhor controle das redes, permite que o administrador de TI foque seu olhar sobre os elementos que realmente são pertinentes a ele ao invés de passar boa parte de seu expediente lidando com ações cotidianas.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.