4 dicas para ser um freelancer de sucesso

Por Colaborador externo | 26.08.2014 às 13:41

Por Sebastián Siseles*

Ao contrário do que muitos pensam, acumular trabalhos temporários no currículo não é malvisto pelos empregadores, como pessoas que pulam de empregos fixos em pequenos períodos. Cada vez mais as pessoas estão em busca de “freelas” para adquirir experiência e centenas de oportunidades surgem como uma alternativa de oferecer independência profissional.

Porém, para ter sucesso como um profissional freelancer, é preciso muito planejamento e organização, tanto financeira quanto profissional. Se você tem interesse em se destacar neste mercado, veja alguns passos essenciais:

1. Determine suas habilidades e objetivos

A primeira etapa é decidir sua área de interesse. Foque-se naquilo que você já estudou ou possui uma paixão e especialize-se, inove e melhore suas habilidades dentro desse nicho. Quanto mais experiência, maiores são as possibilidades de entregar trabalhos de qualidade e, consequentemente, ser contratado.

2. Supere seus concorrentes

Não é somente o preço que conta. Pontos como prazos, qualidade, organização e inovação contribuem para que um profissional saia à frente dos concorrentes, pois o tornam mais confiável para realizar os trabalhos. Por isso, é importante estar sempre bem preparado. Capacite-se, faça sempre cursos relacionados à sua área e que acrescentem mais no seu portfólio.

3. Selecione as ofertas de trabalho

Sabe aquele ditado popular de que quando a esmola é boa demais, o santo desconfia? Não tenha medo de dizer não aos projetos questionáveis. Se para quem está começando isso soa como um luxo, com o tempo os freelancers passam a perceber que clientes ruins não acrescentam em nada, apenas sugam sua energia e atrapalham seu bem-estar. Além de tirar o tempo que poderia ter sido investido em clientes em potencial.

4. Valorize seu tempo e a qualidade do seu trabalho

Faça seu trabalho valer a pena. Pesquise os preços e custos atuais para evitar receber menos por um trabalho realizado. A maioria dos clientes sabe apenas do seu mercado de trabalho e não das demais áreas, portanto acaba não tendo ideia de valores. Esta é a responsabilidade do freelancer, ajudar o cliente a entender mais sobre seu trabalho, a complexidade e quanto vale esse tempo.

*Sebástian Siseles é formado em Direito, pela Universidad de Buenos Aires, e em Marketing, pela Universidad de CienciasEmpresariales y Sociales, com MBA pela University of Pittsburg. Atualmente é diretor para a América Latina do Freelancer.com, maior plataforma para interação entre trabalhadores autônomos e empregadores do mundo, responsável pela expansão do site na região. Especialista em finanças corporativas e práticas gerais de negócios, o executivo também fundou em 2009 a Weemba.