3 principais resoluções dos profissionais de TI para 2016

Por Colaborador externo | 05.02.2016 às 08:25

Por Alessandro Porro*

Conforme 2016 começa, os profissionais de TI já analisam o cenário para identificar os obstáculos que podem impedi-los de inovar e manter as organizações em situação de liderança. Uma recente pesquisa conduzida pela Ipswitch com 2.685 profissionais de TI revelou que os principais desafios na área estão relacionados à compliance e aos processos seguros de transferência de arquivos –garantindo estabilidade e desempenho à infraestrutura de TI e aos aplicativos –, além da capacidade de selecionar, implementar e gerenciar novas tecnologias. Portanto, as equipes de TI devem estabelecer – e cumprir – três resoluções que estão no topo da lista de 2016:

Focar em segurança e privacidade

Apesar dos altos valores que têm sido investidos para solucionar o problema, é difícil dizer com algum grau de certeza se a indústria de TI, hoje, está mais segura do que estava há um ou há cinco anos. A dura realidade é que, como indústria, não se tem feito um trabalho bom o suficiente que acompanhe a evolução das atividades dos criminosos cibernéticos ao criar vulnerabilidades e roubar dados confidenciais nas redes corporativas.

Em 2016, os times de TI precisam focar em demandas de segurança e estar preparados para atenuar potenciais riscos, garantir segurança na transferência de arquivos e manter-se atualizados com questões e diretrizes regulatórias e de compliance. Para muitas empresas, a capacidade de gerenciar vulnerabilidades será decisiva para determinar se ela será vítima de um ciberataque ou se terá destaque por sua habilidade para proteger seus negócios.

Garantir desempenho e disponibilidade da infraestrutura de TI 24x7

Garantir o desempenho ininterrupto dos aplicativos em uma rede será uma importante resolução para as equipes de TI em 2016. Especialmente se considerarmos que elas precisam se preocupar em assegurar disponibilidade 24 horas por dia, sete dias por semana, em todos os aspectos de sua infraestrutura – aplicativos, servidores, ambientes virtuais e dispositivos conectados. O gerenciamento de desempenho de aplicativos é inacreditavelmente importante simplesmente porque toda empresa depende de algum aplicativo em sua rede para operar, o que significa que uma interrupção se traduz na parada dos negócios. Para aumentar a complexidade e a pressão enfrentadas pelos profissionais de TI, a força de trabalho nas empresas tem se tornado cada vez mais diversificada, demandando ainda mais disponibilidade em termos de acesso remoto 24/7. Este ano, os times de TI terão de adequar suas próprias expectativas para conseguir atender às demandas das forças de trabalho ao mesmo tempo em que equilibram as exigências das empresas por continuidade do alto desempenho de aplicações.

Manter-se em dia com novas atualizações e ferramentas tecnológicas

Saber determinar quais áreas da infraestrutura de TI da empresa precisam ser atualizadas – e quando – pode ser uma das decisões estratégicas mais importantes que uma organização deve fazer para garantir a continuidade dos negócios.

Dada a imensa variedade de ofertas no mercado, escolher e implementar novas ferramentas se tornou uma tarefa mais complicada do que nunca. Manter-se em dia com novas versões de tecnologia e soluções de inovação será uma resolução importante para os profissionais de TI em 2016, já que elas terão papel decisivo em suas capacidades de melhor gerenciar processos de implementação e de aumentar a produtividade como um todo.

Essas três resoluções seguramente ajudarão os profissionais de TI a estarem preparados para aquilo que está por vir no novo ano. Uma vez que uma equipe de TI bem-sucedida é, normalmente, a diferença entre o sucesso ou o fracasso de uma organização, é fundamental identificar prioridades que ajudarão a manter a infraestrutura rodando com desempenho máximo. Certamente, problemas aparecerão. E quanto melhor preparadas as equipes de TI estiverem, mais rápido as ocorrências indesejadas serão solucionadas.

*Alessandro Porro é vice-presidente internacional de vendas da Ipswitch