10 dicas que podem ajudar você a encontrar o emprego certo em startups

Por Redação

Com o avanço da tecnologia, se lançar no campo do empreendedorismo nunca foi tão fácil. No meio tecnológico, as startups vêm crescendo em número, o que pode ser encarado tanto como uma coisa boa quanto algo ruim porque ao passo que as oportunidades aumentam, os riscos também crescem.

Para não dar com os burros n'água, uma boa opção é encontrar emprego em uma startup e aprender o que puder antes de se lançar em aventura solo. Um problema para quem chega nesta decisão é encontrar a startup ideal para utilizar seus talentos. O segredo do sucesso é saber se vender e começar sua carreira no mundo empresarial com o pé direito.

Confira 10 dicas para conseguir que as melhores startups se interessem por você.

1. Saiba vender sua imagem

Não ter presença marcante no mundo online pode fazer os outros te taxarem como "irrelevante" ou "não interessante". Se você tem perfil em redes sociais, é importante zelar pela imagem que você passa. Uma imagem negativa ou não profissional pode te eliminar na disputa por aquela vaga que você estava interessado. A maneira que você lida com sua "marca pessoal" na internet mostra a maneira que você pode gerenciar a startup.

2. Sempre faça networking

Quanto mais pessoas você conhece, melhor para sua vida profissional. Sempre que puder, faça contatos com pessoas que trabalham em outras startups estabelecidas. Quantos mais empresários conhecerem vocês, maiores são as chances de você ser escolhido para os empregos corretos.

O contrário também é verdadeiro. Quanto mais você conhecer do mundo dos negócios, mais saberá quais negócios são roubadas ou não.

3. Faça listas

Não se limite à lista de vagas abertas nas startups. Uma boa maneira de demonstrar suas habilidades de comunicação e marketing é selecionar empresas e locais que você gostaria de trabalhar e oferecer seus serviços à eles.

4. Não há vagas efetivas? Sem problemas!

Experiência em campo é muito mais enriquecedora do que a teoria. Por isso, mesmo se a empresa na qual você quer trabalhar não tiver uma vaga efetiva, é interessante aceitar um cargo temporário para conseguir conexões e experiência na função.

Fazer isso também é interessante para quem precisa dar uma atualizada no portfólio.

5. Seja um expert em novos mercados e startups

Faça uma pesquisa para descobrir quais são as dez melhores startups na sua área de interesse e atribua adjetivos para elas, sejam eles bons ou ruins. Atualize-se sobre a história da empresa, passado dos fundadores e competidores. Assim, você terá um melhor conhecimento sobre as startups e poderá traçar um plano de como poderá fazer parte delas e contribuir para o crescimento dessas empresas.

6. Ajuste seu estilo de vida para um menos certinho

Se você trabalha numa startup, seja como funcionário ou dono, é melhor se preparar para viver com macarrão instantâneo ou depender da ajuda de família ou esposa/marido. Empresários às vezes só conseguem o retorno do seu trabalho duro à longo prazo, e enquanto isso não acontece é necessário estar confortável com um estilo de vida mais desregrado.

7. Faça uma lista de elementos que validam a viabilidade do seu investimento

Não será bom para seu currículo ou imagem ter entrado em uma startup que rapidamente entra em falência. Esteja preparado para assumir alguns riscos e responder a questões de financiamento, taxa de riscos, câmbio e outras questões burocráticas. Assim, você terá uma ideia de como os negócios no mundo das startups andam poderá prever com alguma antecedência se algo dará errado.

8. Faça perguntas e ouça mais

É sempre importante escutar terceiros, principalmente sócios fundadores e conselheiros. É assim que você descobre dicas e aprende sobre negócios. Também é dessa maneira que você encontra investidores, parceiros de negócios e até mesmo clientes. Confiança e humildade andam lado a lado!

9. Seja sensível ao ambiente que você irá se inserir

Sempre pense em longo termo e a maneira que irá agir em uma entrevista. O que você veste também é importante. Para uma startup com ambiente casual, não adianta ir vestido de maneira formal, e vice-versa. Conversar com funcionários da empresa, ou sondar sobre como é o ambiente antes da entrevista, é importante para saber o que esperar.

10. Conheça a si próprio

Nem todo mundo serve para ser um empresário, ou mesmo para trabalhar num ambiente tão volátil quanto o de uma startup. Sendo assim, ter noção das suas fraquezas e pontos fortes é importante para definir quem você é e o que esperar da sua vida profissional.

Ao trabalhar como empresário em uma startup, a única pessoa responsável por seu sucesso é você mesmo. Por isso, arregace as mangas e vá com tudo!

Via Entrepreneur