Time brasileiro faz história com uma simples vitória na Intel Extreme Master

Por Felipe Santana Felix | 01 de Fevereiro de 2013 às 19h34

Parece que a IEM está trazendo mais do que público e barulho à Campus Party. O evento foi responsável por um dos momentos épicos da cena de League of Legends no Brasil.

O Keyd.Benq, time que se chamava Me Salva Batman e não tinha patrocínio algum antes da competição, venceu o time sul-coreano Incredible Miracle, em uma das viradas mais épicas do e-sport nacional.

A equipe da Coreia do Sul teve seu time formado em 2012 e, mesmo não fazendo parte do alto escalão sul-coreano, é uma das promessas para o cenário do game em seu pais, onde esportes eletrônicos movimentam multidões e recebem investimentos enormes.

Logo no inicio, os orientais estavam pressionando todas as posições do time brasileiro. Os caminhos do bot, top e principalmente mid estavam extremante comprometidos devido ao jogo agressivo do IM.

Guilherme "Snowlz" Neves comenta: "O inicio do jogo foi muito ruim, me falaram que estávamos perdendo com uma diferença de 12 mil pontos em ouro. Individualmente o time deles é extremamente agressivo", disse.

A agressividade do IM rendeu uma grande diferença até a metade do jogo, quando a estratégia de composição e sinergia de habilidades dos personagens da Keyd.benQ começou a fazer efeito.

"No meio do jogo a composição do nosso time fez a diferença, muitas das habilidades dos nossos personagens interagiam muito bem. Havíamos treinado esta formação de personagens incansavelmente e sabíamos que ela daria certo do meio da partida para frente. A equipe deles não possuía nenhuma habilidade para escapar das nossas investidas e isso também nos favoreceu muito", comenta Matheus "Mylon" Baronti, um dos principais jogadores da composição que utilizou o personagem Renekton.

O time conseguiu virar um jogo aparentemente perdido. Eles venceram seis lutas coletivas seguidas, inclusive roubando um dos monstros mais importantes para aquisição de pontos no jogo.

O feito da Keyd pode ser considerado um marco na história do e-sport, principalmente no League of Legends. Com esta vitória fica mais que comprovado a declaração dada pelo Owner da Keyd, Edu, em nossa matéria sobre o IEM. “A única coisa que difere a cena brasileira das demais é a estrutura, já que vontade e habilidade nós temos”.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.