Campus Party 2015: Ford anuncia concurso focado na mobilidade urbana

Por Caio Carvalho | 03 de Fevereiro de 2015 às 14h38

Um dos grandes desafios de metrópoles como Rio de Janeiro e São Paulo é a questão da mobilidade. Vale tudo para fugir do trânsito, desde usar o transporte público até alternativas mais "verdes", como a bicicleta ou ir a pé mesmo. No entanto, para a Ford, o futuro desse conceito está justamente naquilo que entope as principais avenidas dessas e de outras cidades: o carro.

A proposta da montadora não é remover os veículos das ruas, mas sim elaborar ideias que solucionem os problemas de congestionamento que tanto afetam os usuários todos os dias. Para isso, a empresa anunciou na Campus Party Brasil, a maior feira de tecnologia da América Latina, o Desafio da Mobilidade (Innovate Mobility Challenge Series), um projeto que incentiva o desenvolvimento de estratégias para melhorar a mobilidade urbana e, consequentemente, diminuir o trânsito nas cidades.

Erica Klampfl, gerente global de pesquisa sobre o futuro da mobilidade da Ford, explica que a iniciativa tem como objetivo mostrar que a companhia não é apenas parte de um problema muito maior – no caso, a poluição emitida pelos automóveis movidos a combustível –, mas também como a empresa pode ser parte da solução que torne a vida dos motoristas mais simples e menos estressantes nas estradas. A executiva disse que a Ford quer mudar a forma como o mundo se move e propor novas ideias que impactem o a dia a dia dos usuários, e que isso só será possível com a ajuda dos profissionais de diversas indústrias além da automotiva, incluindo pesquisadores, desenvolvedores e simpatizantes deste setor.

"Não queremos ser apenas uma empresa que produz automóveis, mas também uma corporação com foco na mobilidade. Já temos uma série de tecnologias inovadoras no nosso ambiente, como a conectividade nos carros. E isso está mudando o modo como as pessoas estão interagindo em seus veículos", comenta Erica.

Ford Campus Party 2015

Erica Klampfl, gerente global de pesquisa sobre o futuro da mobilidade da Ford. (Foto: Caio Carvalho/Canaltech)

Programado para o segundo semestre de 2014, o Desafio da Mobilidade Ford Brasil continua o trabalho iniciado pela companhia em julho de 2014 através do programa Ford Smart Mobility. A campanha já passou por cidades como Lisboa (Portugal), Londres (Reino Unido), Los Angeles (Estados Unidos), Joanesburgo (África do Sul), Buenos Aires (Argentina), Xangai e Chongqing (China) e Mumbai, Nova Déli e Chennai (Índia). Agora, o projeto desembarca no Brasil em busca de novos talentos que possam ajudar na criação de soluções para problemas da mobilidade urbana no país.

Como cada local tem características próprias, o conceito é que cada desafio se adeque às necessidades daquele país, como a dificuldade em estacionar o carro, falta de acesso ao transporte, contactar rapidamente um táxi e a falta de informações sobre o trânsito da cidade. No Brasil, os desenvolvedores terão de apresentar propostas baseadas em software ou hardware que possam diminuir o congestionamento em grandes metrópoles, como São Paulo e Rio de Janeiro. Nos países em que o programa já aconteceu, boa parte dos projetos foi baseada na criação de um aplicativo para smartphone.

Além disso, cada região irá receber uma proposta diferente, e toda a plataforma para a produção desses sistemas será aberta e dispobilizada gratuitamente pela Ford. Outro recurso detalhado pela empresa é o dispositivo OpenXC, que coleta dados de comportamento do veículo e seu motorista e os envia diretamente para os desenvolvedores - sem dar acesso ao carro, obviamente. O OpenXC tem uma arquitetura bastante simples: basta colocá-lo em qualquer parte do carro, como embaixo do volante, para que as informações sejam captadas e enviadas aos criadores.

"Com esses desafios globais, avançamos na discussão sobre mobilidade, entramos em contato com fortes potenciais parceiros e ganhamos conhecimentos valiosos sobre muitas questões específicas de mobilidade que nossos clientes enfrentam no mundo. Queremos antecipar as necessidades dos consumidores em transporte e mobilidade que vão existir nos próximos anos e, a partir do comportamento dos usuários, criar uma experiência mais completa e pessoal para os motoristas no futuro", diz Erica.

Hackathon

Fora o Desafio da Mobilidade, a Ford dará início ao meio-dia desta quarta-feira (4) à sua hackathon, uma maratona voltada para a criação de soluções para o setor automotivo. Os desenvolvedores brasileiros usarão a plataforma Sync para a produção de aplicações destinadas a motoristas que querem se manter conectados enquanto dirigem, e o vencedor levará um Ford Ka para casa.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.