Campus Party 2013: Buzz Aldrin diz que Marte será povoado em até 30 anos

Por Caio Carvalho | 29.01.2013 às 16:53 - atualizado em 30.01.2013 às 00:21

Para Buzz Aldrin, o segundo homem a pisar na Lua, o planeta Marte começará a ser povado entre 2035 e 2040. O ex-astronauta da missão Apollo 11 foi destaque do palco pincipal da sexta edição da Campus Party Brasil, nesta terça-feira (29).

Ouça a íntegra da palestra de Buzz Aldrin na Campus Party:

Aldrin acredita que explorar o universo e os avanços científicos desse tipo de pesquisa são a chave para melhorar a vida na Terra, mas que é necessário um plano de escala mundial para concretizar tais ações. "Os humanos precisam ultrapassar os limites do espaço, e isso precisa de apoio público".

O ex-astronauta disse que, no futuro, o mundo poderá se animar com uma nova exploração espacial em Marte. Contudo, Aldrin destaca que é necessário eleger um líder mundial que comande um plano de colonização no planeta vermelho, assim como foi na década de 1960. "Quando um grupo de pessoas trabalha em equipe, o mundo pode atingir um sonho impossível, mas tem de se eleger um líder com coragem, determinação e confiança. Foi assim em 1961, quando o presidente John Kennedy nos desafiou em 1961 a colocar o primeiro astronauta na Lua antes da Rússia. Era fazer ou fazer", explicou.

Além disso, Aldrin confia no potencial dos jovens e diz que eles precisam se interessar mais por assuntos como ciência, engenharia e matemática para tornar sonhos em realidade. Para o ex-astronauta, não basta ser geek: a próxima geração deve se dedicar para expandir as barreiras tecnológicas. "Vocês, jovens, são o futuro. Precisamos de suas ideias e inovação para desafiar nossa energia e aplicá-la melhor em nossas escolhas no futuro. Mas também é importante arriscar, pois recompensas podem ser ótimas. É a única forma de avançar", disse.

Aldrin também descreveu sobre sua experiência de viajar à Lua, desde o lançamento do foguete até a chegada à órbita lunar. "Pegamos o elevador, subimos a 360 pés de altura e embarcamos no foguete. Conseguia ver o sol nascer e pensava no quanto minha vida tinha sido maravilhosa, até chegar ao lugar certo: o espaço". Ele e Neil Armstrong foram os primeiros homens a pisar na Lua, em julho de 1969. Os astronautas fizeram uma viagem de oito dias até o satélite natural da Terra e ficaram mais 11 minutos procurando um terreno para pousar.

Sobre o fato de Armstrong ter sido o primeiro a colocar os pés no solo lunar, Aldrin brincou: "Por que Neil foi o primeiro? Porque ele era o comandante, e estava sempre à frente de seus homens. Ou porque estava mais próximo da saída, nunca vou saber". O ex-astronauta da NASA ainda confessou que a sensação de estar na Lua é desoladora e magnífica. "Pisar em um lugar completamente desconhecido pela primeira vez é incrível, mas ao mesmo tempo é desolador por estar em um ambiente estranho e escuro".