Campus Party: fique rico com software livre

Por Pedro Cipoli | 28 de Janeiro de 2014 às 13h50

Uma das primeiras palestras da Campus Party 2014 foi "Como ficar rico com Software Livre", contando com a presença de ninguém menos do que John "Maddog" Hall, presidente da Linux International. Ele costuma marcar presença em todas as edições da Campus Party e ser bastante aberto a perguntas, mas esse ano ele escolheu falar sobre um tema comum e muitas vezes mal compreendido sobre software livre.

O foco foi destacar que o fato do GNU/Linux, VLC, GIMP e uma série de outros softwares serem abertos e gratuitos não significa que não há como lucrar em cima deles. Segundo Maddog, mais de 80% dos programas não são desenvolvidos por grandes empresas como Microsoft, IBM e Oracle, mas por desenvolvedores independentes e pequenas/médias empresas, onde está uma boa parte do mercado bilionário de software mundial.

CPBR 2014

Foto: Pedro Cipoli/Canaltech

Assista Agora: Nunca mais contrate funcionários para sua empresa! Comece o ano em uma realidade completamente diferente!

Como ganhar dinheiro com software livre? Através de serviços, basicamente. Por exemplo, se você é um programador, pode modificar um código para deixá-lo melhor e cobrar pela instalação, manutenção e assistência técnica de seus clientes. É possível dar aulas em escolas especializadas, trabalhar com marketing técnico e mais uma série de funções, focando em serviços, não em venda de softwares pré-fabricados.

CPBR 2014

Foto: Pedro Cipoli/Canaltech

As possibilidades são inúmeras. Maddog citou até cobrar por pela instalação e manutenção de computadores com Linux para usuários finais. Muitos não sabem instalar o Linux e acabam usando o Windows por não terem outra opção. Por que não oferecer esse serviço? Mas bem, é preciso um conhecimento técnico bastante sólido e abrangente para ganhar dinheiro com essas coisas, certo? Não necessariamente.

CPBR 2014

Foto: Pedro Cipoli/Canaltech

Gostar de computadores é algo restrito a uma parcela bastante reduzida da população em geral. Coisas como atualizar a máquina, reforçar a segurança com um antivírus, instalar um sistema operacional ou mesmo configurar uma impressora são uma tarefa difícil para a maioria das pessoas. Pode parecer simples para quem costuma usar um computador todos os dias, mas esse público, que inclui você que está lendo esse artigo, é uma pequena parte do público em geral.

CPBR 2014

Foto: Pedro Cipoli/Canaltech

Maddog dá algumas dicas de como se estruturar melhor com 5 dicas:

  1. Não faça sozinho. Mais pessoas ajudam não só com trabalho, mas também com ideias;
  2. Estude o modelo de negócios de empresas que trabalham com software livre, como IBM e Red Hat, para ter uma boa ideia de como lucrar com determinado serviço;
  3. Volume de vendas não é apenas um detalhe... é O detalhe;
  4. Faça propaganda. Um bom empreendimento que ninguém conhece está condenado ao fracasso;
  5. Converse com quem entende do assunto, como professores, para ver o que pode ser melhorado.

Essas não são informações novas, mas é muito bom ver alguém com excelente reputação internacional relembrando que é possível ganhar dinheiro com software livre. Maddog também falou um pouco sobre hardware livre, como o Raspberry Pi e o Arduino, e mostrou alguns exemplos de experimentos que não só deram certo como também estão sendo vendidos em larga escala, sendo basicamente soluções de automação customizadas.

CPBR 2014

Foto: Pedro Cipoli/Canaltech

No final da apresentação, Maddog contou sobre o seu já conhecido projeto Cauã, que conta com empreendedores individuais responsáveis pela instalação de uma central de mídia doméstica totalmente livre (Raspberry Pi + XBMC) e ficará disponível para conversar com interessados nos próximos dias do evento.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.