Projetos de câmeras feitas com impressoras 3D estão inovando o mundo fotográfico

Por Jessica Pinheiro | 02 de Agosto de 2018 às 14h18
photo_camera Popular Science

As máquinas de impressão 3D estão revolucionando a indústria, isso é um fato. Prova disso é que a tecnologia está sendo usada até mesmo para levantar casas inteiras. Então seria natural que também impactasse outras esferas, como o mundo da fotografia, por exemplo. Este é o caso da PinBox (da Hamm Camera Company), que incorpora bobinas de filme impressas em 3D.

Outro caso é ainda a Goodman One, uma câmera de código aberto que foi desenvolvida por Dora Goodman e pode ser encontrada para download gratuito em seu website. E, por fim, há projetos de câmeras em financiamento coletivo, tais como o Standard Camera e o Cameradactyl, que são usam filme 4x5 impressas em 3D, bastante acessíveis e leves.

As câmeras analógicas ganham um novo respiro graças à tecnologia 3D, em suma porque a impressão em 3D é financeiramente mais em conta e a prototipagem é mais rápida. Esses elementos, portanto, tornam todo o processo mais fácil e prático.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Dois tipos, várias possibilidades

(Imagem: Popular Science)

Das três citadas, destacam-se a Cameradactyl e a Camera Standard, sendo esta última uma câmera de visão 4x5 que o próprio usuário pode montar. Ela foi criada pelo premiado fotógrafo Drew Nikonowicz e está disponível no Kickstarter por preços que variam entre US$ 320 e US$ 350. O criador do projeto, inclusive, revela que muitas peças do projeto, mais especificamente as de cor preta, foram impressas em 3D.

A Camera Standard não está concluída ainda, porém: Nikonowicz recebe constante feedback da comunidade e está sempre melhorando o aparelo. Ele planeja, inclusive, usar o dinheiro arrecadado no Kickstarter para aumentar a produtividade de suas câmeras 4x5, imprimindo pelo menos 2 delas completas por dia. O fotógrafo também acrescenta que seu projeto poderia ser usado por instituições educacionais e em workshops.

Já a Cameradactyl também se trata de uma câmera 4x5 impressa em 3D, só que ao contrário da de Nikonowicz, é projetada em cores vibrantes e personalizáveis. O projeto foi idealizado por Evan Moses e, novamente, está disponível no Kickstarter por US$ 225. Quem patrocinar este modelo, por sinal, recebe uma totalmente montada com cores customizáveis.

(Imagem: Popular Science)

Moses revela que optou por montar uma câmera mais barata porque, ao procurar por filamentos, percebeu que o mais barato era o rosa choque. “Começou parecendo uma câmera dos sonhos da Barbie, depois ficou mais verde, depois ficou amarela. Eu amei o quão maluco foi tudo isso. Achei divertido. É como um brinquedo, mas é um brinquedo com o qual você pode tirar fotos profissionais indistinguíveis das tiradas em uma 4x5 de US$ 2.000, porque, afinal, ele se comporta com uma câmera [analógica], independente da lente que você colocar”, comenta.

O criador da Cameradactyl construiu câmeras sua vida inteira, e com a tecnologia 3D que surgiu, ele imprimiu até mesmo parafusos e componentes. Moses ainda diz que comprou mais impressoras 3D antes de lançar a campanha no Kickstarter, gastando milhares de horas na produção de suas câmeras, algo que ele alega ter se tornado mais rápido e financeiramente em conta.

O profissional ainda revela que “a impressão 3D e a tecnologia moderna de fabricação permitirão que as pessoas criem brinquedos e câmeras que funcionem tão bem quanto uma Leica ou uma Nikon com lentes de vidro e peças mecânicas de metal” – e Nikonowicz concorda, acrescentando que “há menos malabarismos para fazer a Standard”.

Fonte: Popular Science

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.