Primeira câmera 8K com sensor orgânico da Panasonic chega no final de 2019

Por Jessica Pinheiro | 29 de Outubro de 2018 às 23h10
Tudo sobre

Panasonic

Saiba tudo sobre Panasonic

Ver mais

A Panasonic revelou nesta segunda-feira (29) a AK-SHB810, a primeira câmera do mundo a ter um sensor orgânico de 8K. A companhia que ela terá uma “faixa wide (ampla) dinâmica” se comparada às câmeras CMOS comuns, além de incluir um obturador global que captura a imagem inteira, eliminando as faixas e distorções entre um frame e outro.

Caso o obturador seja maior do que 120º por segundo, o sensor todo será processado ao invés de linha por linha, como uma câmera DSLR ou sem espelho. Esse “obturador global” poderá, portanto, eliminar o efeito de linhas no rolamento de imagens, que acaba distorcendo as imagens quando em movimentação rápida.

(Imagem: Pronews JP)
(Imagem: Pronews JP)
(Imagem: Pronews JP)
À esquerda: imagem capturada com um obturador comum; à direita: com o obturador global. (Imagem: Engadget)

O sensor orgânico terá duas camadas: uma película fotocondutora orgânica e um circuito separado. Isso permitirá que a Panasonic cancele o ruído no circuito (o processo promete ser feito em alta velocidade) e, por tabela, a captação de luz na camada sensível à luz será maior. Isso significa que haverá um alcance dinâmico melhor, mesmo que a filmagem ocorra em ambientes com muito contraste — como um estádio lotado ao ar livre, por exemplo.

A nova câmera da Panasonic está prevista para chegar às lojas em 2019, mas o preço ainda não foi divulgado — apesar de se imaginar que deverá ser alto. Contudo, a tecnologia também deve começar a chegar aos produtos de consumo, como smartphones e tablets, gerando câmeras com faixas dinâmicas aprimoradas e com melhor desempenho em ambientes com pouca luz e sem obturador.

Fonte: Engadget

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.