Fotógrafo revela a origem da foto da criança síria que viralizou na internet

Por Redação | 31.03.2015 às 18:24
photo_camera Foto: Reprodução/Osman Sağırlı

Na semana passada, uma foto de uma criança viralizou nas redes sociais, mas não por um motivo bom. Na imagem, uma menina de quatro anos, moradora da Síria, aparece com as mãos para cima por ter confundido a câmera com uma arma.

A foto foi postada no Twitter da fotógrafa Nadia Abu Shaban, com o texto "um fotojornalista tirou essa foto de uma criança síria, achou que ele tinha uma arma, não uma câmera, e por isso ela se rendeu". Até o momento, já foram mais de 17 mil retweets e a imagem foi marcada como nos favoritos mais de 7000 vezes.

Como tudo o que se torna popular na web, alguns usuários questionaram a veracidade da informação da imagem e da história. Nadia afirmou que não foi ela quem tirou a foto e nem sabia quem era o fotógrafo.

Então, no site de compartilhamento de imagens Imgur, um usuário disse que descobriu que a foto é de 2012 e do fotógrafo turco Osman Sağırl. Ele confirmou à BBC que era o autor, mas que ela foi tirada em dezembro do ano passado. Ele conta a história:

“Eu usei uma lente de telefoto e ela pensou que fosse uma arma. Depois que eu tirei eu olhei e percebi que ela estava assustada, porque ela mordeu os lábios e levantou as mãos. Normalmente, crianças correm, escondem os rostos ou sorriem quando veem uma câmera”, relatou Sağırl.

Ele ainda comenta que as fotos tiradas de crianças em campos de refugiados são reveladoras, pois faz mais sentido ver o que as pessoas sofreram através delas e não dos adultos. "São as crianças que refletem os sentimentos com a inocência que têm", afirma.

A fotografia já havia viralizado nas redes sociais em turco, em janeiro deste ano, mas só agora alcançou outros países. A menina se chama Hudea e o retrato foi tirado no campo de refugiados de Atmeh, na Síria. A criança teria viajado para lá com a mãe e dois irmãos.

Fonte: BBC