Uber se prepara para sua primeira oferta pública inicial em 2019

Por Natalie Rosa | 31 de Maio de 2018 às 12h55
TUDO SOBRE

Uber

A Uber já está preparada para abrir seu capital em 2019, segundo o CEO da empresa, Dara Khosrowshahi, em entrevista ao CNBC. De acordo com o executivo, os lucros da companhia estão melhorando e a Uber está no caminho certo para abrir uma oferta pública inicial. A previsão é que isso aconteça no segundo semestre do ano que vem.

Na semana passada, a companhia revelou a conquista de um forte cresicmento em sua receita líquida, subindo em 67%, e redução das perdas do primeiro trimestre deste ano, registrando queda de 49%. Khosrowshahi conta ainda que está buscando construir uma equipe de gestão para reconstruir a marca e seu produto, além da contratação de um diretor financeiro, antes mesmo de abrir o capital.

Na entrevista ao CNBC, o CEO ainda comentou sobre um de seus maiores investidores, Warren Buffet. Sua empresa, Berkshire Hathaway, ofereceu à Uber o investimento de US$ 3 bilhões no início deste ano.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Mobilidade

Além de seus negócios com o aplicativo de carona, a Uber ainda está planejando fazer investimentos para fazer entregas de alimentos e de bicicletas elétricas. Khosrowshahi diz estar no processo de aquisição de uma empresa de compartilhamento de bicicletas chamada Jump Bikes.

De acordo com o executivo, o objetivo agora é fazer com que seu aplicativo não seja apenas a opção para pedir uma carona, como também mostrar que se pode pegar uma bike ou ainda fazer rotas de metrô ou ônibus.

No entanto, a empresa também está investindo no conceito de "carro voador". No início deste mês, a companhia apresentou protótipos que misturam a estrutura de helicópteros com drones. A ideia é que esses veículos aéreos decolem e façam aterrissagens em portos e estações.

Carros autônomos

O CEO da Uber também anunciou recentemente o desejo de que a Waymo, da Google, adicione seus carros autônomos na plataforma, basta aguardar a resposta da companhia para que o acordo seja firmado.

Hoje, a Waymo está à frente da Ford, Tesla e da própria Uber, quando se fala em testes de carros autônomos. Desde fevereiro, a empresa teria percorrido cinco milhões de quilômetros com seus veículos que dispensam motoristas humanos, que ainda estão rodando em caráter de testes.

Fonte: CNBC, The Next Web

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.