Brasileiro ganha R$ 800 milhões com abertura de IPO da Xiaomi

Por Wagner Wakka | 13 de Julho de 2018 às 19h04
Tudo sobre

Xiaomi

A Xiaomi registrou a sua abertura de capital na bolsa de valores de Hong Kong nesta segunda-feira (9) com uma estreia bem abaixo do esperado. A expectativa era de que a empresa passasse a ser avaliada em US$ 100 bilhões, mas houve aumento de apenas US$ 4,7 bilhões com o IPO, cravando em uma avaliação de US$ 54 bilhões.

As ações da empresa com expectativa de serem negociadas a HK$ 17, fecharam o dia abaixo disso, em HK$ 16,78.

Mesmo que a gigante chinesa não tenha tido lá um bom início, um brasileiro se deu bem nesta história. Hugo Barra apostou nos papéis da companhia e faturou R$ 800 milhões em com a abertura de capital.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Barra era porta-voz internacional da Xiaomi desde 2013 e deixou a empresa no ano passado para trabalhar com o Facebook, na divisão de Realidade Virtual. Com isso, ele passou a ter o direito a 86,2 milhões de ações. Atualmente, o papel subiu para HK$ 19, contabilizando um total de R$ 807 milhões, segundo o site StartSe. Barra deve receber o montante em outubro deste ano.

A empresa ainda precisa pagar outros dois ex-funcionários: são 84 milhões de ações para um ex-cientista da companhia, além de 17,5 milhões de ações para um ex-diretor de hardware.

Atualmente, a Xiaomi é a segunda maior startup do mundo, cuja abertura de capital colocou em oferta 22 bilhões de ações na bolsa de Hong Kong.

Fonte: StartSe

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.