Bolsa de Valores: PayPal já vale mais do que o eBay

Por Redação | 20 de Julho de 2015 às 13h27

Pelo menos de acordo com as primeiras horas de negociação, a decisão de separar o PayPal do eBay e transformar o meio de pagamento em uma empresa independente foi extremamente acertada. O movimento causou uma baixa nos preços de ações do site de leilão, enquanto o meio de pagamentos opera com um valor de mercado estimado de US$ 50 bilhões.

É um total superior ao do eBay, que acumula, nesta segunda-feira (20), US$ 33,6 bilhões e tem cotas sendo vendidas a US$ 27,61 cada, com uma pequena alta de 2,2%. Enquanto isso, a estreante PayPal já apresenta crescimento de 6,04% desde que as negociações foram iniciadas e tem um valor de US$ 40,71 por cota. Uma demonstração clara de que muita gente estava investindo no e-commerce como um todo, mas de olho apenas na ferramenta. Todas as operações acontecem na NASDAQ, Bolsa que concentra boa parte das empresas de tecnologia.

A ideia de separar as duas companhias já é antiga e data de setembro do ano passado. Já há alguns anos, o PayPal é visto como muito mais do que um suporte para pagamentos realizados no eBay e, tendo em vista o crescimento cada vez maior de sistemas desse tipo, principalmente focados no mundo mobile, a hora pareceu oportuna para que as empresas seguissem seus caminhos de forma independente.

A chegada de concorrentes disponíveis nos sistemas operacionais Android e iOS, por exemplo, foi apenas fortalecida depois que o PayPal fez uma parceria com a Samsung para criar uma plataforma de pagamentos nos celulares da linha Galaxy. Agora, dá para esperar mais movimentos do tipo, já que a separação do eBay permite que executivos tenham mais flexibilidade na hora de tomar decisões e desenvolvedores possam trabalhar de maneira mais direcionada.

Vale a pena citar, inclusive, que essa não é a primeira vez que o PayPal dá as caras na bolsa de valores. Em 2002, quando as tecnologias de pagamento online ainda eram incipientes – e a empresa já se mostrava como um grande nome do setor –, uma breve venda de ações teve início antes da aquisição pelo eBay, que deu origem a uma fusão entre as duas companhias.

Com US$ 235 bilhões em pagamentos processados durante todo o ano de 2014, o PayPal segue agora apostando em seu extenso portfólio de soluções, que vão desde opções para o mercado corporativo até simples aplicações que permitem o envio de dinheiro para um amigo, por exemplo. A empresa ainda não se pronunciou sobre a abertura de capital, mas dá para esperar que o clima seja de festa em seus escritórios.

Fonte: VentureBeat

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.