Com queda acentuada, Nasdaq suspende negociações das ações do Google

Por Redação | 18.10.2012 às 18:00

O vazamento dos resultados trimestrais do Google, que aconteceu nessa tarde, afetou diretamente o valor de suas ações, que chegou a cair 9% após o anúncio inesperado dos números obtidos nos últimos meses. A queda brusca fez com que a Nasdaq suspendesse as negociações dos papéis da empresa. O comércio de papéis voltou ao normal algum tempo depois, por volta das 17h40.

É comum que as grandes companhias divulguem seus resultados financeiros após o fechamento do pregão da Nasdaq. Elas optam por esse horário exatamente para evitar o que aconteceu hoje (18) com o Google, uma reação exacerbada dos investidores mediante os resultados apresentados.

Com as negociações ligadas ao Google suspensas, as autoridades responsáveis pela Bolsa de Valores norte-americana vão dar início a uma investigação para descobrir como as informações financeiras do gigante das buscas vazaram no meio da tarde.

A principal suspeita pela divulgação inapropriada é uma empresa terceirizada de contabilidade e auditoria, a RR Donnelley. Um porta-voz do Google disse que todo esse transtorno pode ter sido causado por um descuido dos técnicos dessa empresa, que teriam divulgado os dados antes da hora.

Tudo isso aconteceu em um momento no qual as ações do Google estavam prestes a bater um recorde histórico, de US$ 774,38. Muitos analistas acreditam que a empresa deva se concentrar mais na concorrência do setor de mobile. Apesar do sistema operacional da empresa, o Android, ser o mais utilizado em todo o mundo, ele ainda não está proporcionando um crescimento significativo na receita da gigante das buscas.

Os resultados que causaram tanto alvoroço entre os acionistas apontaram que os lucros por ação ficaram em US$ 9,03 (cerca de R$ 18,32), sendo que as expectativas eram de US$ 10,65 (cerca de R$ 21,61).