Analista prevê que ações da Apple devem cair bastante e atingir US$ 425

Por Redação | 08 de Novembro de 2012 às 11h31
TUDO SOBRE

Apple

Nesta quarta-feira (7), o CEO e cofundador da firma de investimentos Doubleline Capital, Jeffrey Gundlach, estimou que as ações da Apple deverão enfrentar um período de queda ao longo dos próximos meses, atingindo a marca de USS$ 425 (cerca de R$ 864).

Como o valor dos papéis da empresa de Cupertino vem apresentando retração desde o dia 19 de setembro deste ano, caindo mais de 20% desde então, Gundlach acredita que a empresa perdeu sua capacidade de inovação e, por isso, irá enfrentar um período de baixas na Bolsa de Valores.

Em meados de setembro, as ações da empresa bateram o recorde de US$ 705 (R$ 1.433), logo após o anúncio do tão aguardado iPhone 5. No entanto, o executivo acredita que o lançamento da versão de 7,9 polegadas do seu tablet, o iPad mini, foi um verdadeiro "exemplo de falta de inovação".

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

iPad mini

Gundlach acredita que lançamento do iPad mini demonstra falta de inovação da Apple

"Uma vez que você começa a mudar apenas o tamanho dos seus produtos, eu começo a acreditar que você não é uma empresa verdadeiramente inovadora", afirmou Gundlach à CNBC. "Eu imagino que eles começarão a lançar o iPad tutti-frutti, com várias cores diferentes", brincou. Além disso, Jeffrey Gundlach acredita que o medo dos investidores e a alta dos impostos também exerceram um papel importante para a queda das ações da Apple.

Esta não é a única previsão negativa para a empresa. Um ex-funcionário da Apple também declarou que, a partir de agora, o declínio da Maçã é inevitável.

Essas previsões se diferem muito de uma estimativa publicada pela Topeka Capital Markets no começo do ano, que disse que as ações da companhia deverão atingir o pico de US$ 1 mil (R$ 2.033) em 2012.

E no pregão de ontem (7), as ações da Maçã recuaram mais de 4%, chegando a valer US$ 556 (aproximadamente R$ 1.130). Com este resultado, a empresa atingiu o menor valor nos últimos cinco meses, apontando para uma tendência de baixas nos próximos dias.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.