Ações do Google batem recorde

Por Redação | 24 de Setembro de 2012 às 19h11

Hoje (24) as ações do Google bateram um novo recorde, chegando a US$ 750,11 - cerca de R$ 1.517,85. O valor superou a maior alta de todos os tempos já registrada, que foi atingida em novembro de 2007.

Segundo informações do The Wall Street Journal, as ações dispararam em mais de 30% desde o mês de julho. Um analista de Wall Street estima que as ações do Google podem continuar a subir.

"Agora estamos de volta ao pico. E nós acreditamos que as ações do Google podem subir substancialmente ao longo dos próximos 12 meses", disse o analista do Citi, Mark Mahaney, em nota aos clientes da empresa no fim de semana. Agora a gigante da tecnologia aumentou seu preço-alvo de US$ 740 para US$ 850, algo em torno de R$ 1.719,98.

Ações do Google

Ele também cita riscos menores, associados com a Motorola. O Google tem racionalizado as operações da Motorola, demitindo cerca de 4 mil funcionários e fechando cerca de 1/3 dos escritórios globais.

"Em retrospectiva - e dado todo o foco recente para a proteção de patentes e inovação de smartphones - isso torna o negócio Google/Motorola consideravelmente menos agressivo/arriscado do que percebemos no começo", diz Mahaney.

Sobre a concorrência no mercado de buscadores, a empresa está bem otimista e confiante. "Francamente, acreditamos que a possibilidade de alguém gerar uma busca verdadeiramente competitiva para o Google fica mais remota a cada ano que passa", disse o analista.

Quanto à ferramenta de busca para aparelhos móveis, existe um certo "desconforto". Eles temem que o assistente pessoal da Apple, o Siri, possa diminuir as buscas do Google feitas em telefones celulares. Mas, pelo menos a curto prazo, isto não é muito preocupante.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.