Siga o @canaltech no instagram

Ações da Foxconn recuam depois do anúncio do seu baixo rendimento no 1º semestre

Por Redação | 28 de Agosto de 2012 às 14h38
Tudo sobre

Foxconn

Saiba tudo sobre Foxconn

Ver mais

As ações da Foxconn International, uma das principais produtoras de componentes para aparelhos móveis, recuaram no pregão da manhã desta terça-feira (28) em aproximadamente 8%, depois do anúncio dos piores resultados no primeiro semestre em toda a história da companhia.

De acordo com a CNBC, a empresa afirmou que os péssimos resultados se devem aos baixos lucros com os pedidos de clientes importantes, como é o caso da Nokia. A companhia ainda afirmou que estava preparada para pagar o preço pela desaceleração da economia devido à crise do euro.

A Foxconn ainda advertiu sobre as incertezas na demanda global de componentes para celulares no segundo semestre de 2012, fazendo com que suas perspectivas de rendimentos anuais diminuam consideravelmente. A companhia concentrará suas ações na redução dos custos no setor de aparelhos.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Segundo a Reuters, a empresa informou que teve perda líquida de US$ 226,07 milhões no período entre janeiro e junho deste ano, muito maior do que a perda registrada no mesmo período em 2012, de US$ 17,65 milhões.

A companhia, que não divulga seus resultados fiscais trimestrais, obteve o pior resultado desde 2005 e forte queda em seus rendimentos no primeiro semestre pelo quarto ano consecutivo. Os resultados atuais foram muito piores do que o estimado por analistas, que acreditavam que a empresa iria registrar perdas na casa dos US$ 38 milhões.

Foxconn fachada funcionários

Os resultados foram muito piores do que o estimado por analistas

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.