Empresa japonesa de criptomoedas é hackeada e roubada em US$ 60 milhões

Por Rafael Rodrigues da Silva | 20 de Setembro de 2018 às 17h41

A Zaif, empresa japonesa de câmbio de criptomoedas, foi vítima de um roubo de quase US$ 60 milhões em moedas digitais. Quem confirmou o fato foi a Tech Bureau, dona da marca Zaif.

O roubo aconteceu entre os dias 14 e 18 de setembro, quando o servidor da empresa foi hackeado através de uma porta de acesso para a internet. Neste período, foi roubado um total de US$ 59,67 milhões em moedas digitais, sendo que US$ 40 milhões pertenciam a clientes da empresa de câmbio, e o restante pertencia à própria Tech Bureau. Entre as moedas roubadas encontravam-se bitcoins, monacoins e bitcoin cash.

Esse não é o primeiro roubo do tipo que acontece no Japão. O mais famoso deles aconteceu em 2014 com a empresa Mt. Gox, na época o maior câmbio de bitcoins do mundo, que sofreu um roubo de tamanha proporção que obrigou a empresa a pedir falência. Outro grande roubo também aconteceu em janeiro deste ano com a Coincheck, onde foram furtados US$ 530 milhões em moedas digitais.

No momento, a Tech Bureau afirma que já está trabalhando para cobrir as perdas de todos aqueles que tiveram os bitcoins roubados. Além dos cofres da empresa, o roubo pode acabar afetando também o modo como a Agência de Serviços Financeiros do Japão (FSA) irá tratar as transações com criptomoedas daqui para frente, já que a quantidade de roubos em grande escala envolvendo esses serviços está deixando a agência cada vez mais preocupada com a questão da segurança.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.