Passageiros do Uber são expulsos do carro por desavença política com motorista

Por Redação | 29 de Abril de 2016 às 22h06

A atual crise política brasileira tem mexido com os ânimos de muitos cidadãos, e as discussões aparentemente têm saído fora do controle. Nesta sexta-feira (29), dois amigos foram expulsos de um veículo da Uber por desavenças de opiniões políticas.

Manuela Rahal e Francisco Xavier Jr. estavam a caminho do trabalho e conversavam sobre o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. O motorista do Uber, que é favor do impedimento, interrompeu a conversa, começou a discurtir o posicionamento dos amigos e, por fim, convidou os passageiros a deixar o carro. Antes que isso acontecesse, Manuela pediu que a conversa fosse interrompida, mas o motorista foi irredutível.

Como se isso não bastasse, Francisco Xavier Jr. recebeu um e-mail da companhia suspendendo sua conta. Segundo o comunicado, a empresa não tolera comportamentos inadequados, e a "violação dessas políticas pode resultar na suspensão das contas Uber envolvidas". O e-mail ainda disse: "Nós precisamos garantir a segurança e bem-estar de ambos usuários e motoristas e, como resultado, estamos desativando sua conta. Sinto que não há margem para flexibilidade neste caso".

Em nota enviada ao Canaltech neste sábado (30), a assessoria de imprensa do Uber afirma que a empresa "entrou em contato com o usuário e todos os problemas já foram esclarecidos."

Confira as postagens dos usuários no Facebook.

Post Uber

Reprodução: Facebook

Post Uber

Reprodução: Facebook

Via: Veja

*Notícia atualizada às 11h12.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.