Homem é preso por utilizar drone para contrabandear drogas em prisões

Por Redação | 22 de Julho de 2016 às 10h17

Um homem estava utilizando um drone para contrabandear drogas em prisões no Reino Unido. Daniel Kelly, 27, foi o primeiro homem a ser preso por esse tipo de crime, segundo informou a polícia local, e ficará 14 meses detido na cidade de Kent após admitir que utilizava o drone para levar drogas para prisões no país. A polícia da cidade informou que o homem usou o gadget para contrabandear itens como tabaco e drogas psicoativas em prisões em Kent e Hertfordshire durante todo o mês de abril deste ano.

O crime foi adicionado à lei no Reino Unido em novembro do ano passado. Uma investigação da Press Association indicou que havia 33 casos de contrabando por drones em 2015. Kelly foi pego depois que uma patrulha da polícia avistou um carro estacionado perto da Ilha de Sheppey em 25 de abril. O criminoso tentou fugir em disparada com o veículo, mas foi encontrado mais tarde em um parque próximo a Leysdown, onde foi preso.

Drone

O drone, que originalmente era branco, foi pintado de preto com spray, possivelmente para chamar menos atenção. O equipamento foi encontrado no porta-malas do veículo. As investigações mostraram que os voos foram feitos em Kent no dia 20 de abril, em Hertfordshire nos dias 23 e 24 de abril e em Swaleside em 25 de abril. Também houve duas tentativas fracassadas de contrabandear as drogas pelos ares em Wandsworth, sudoeste de Londres, nos dias 17 e 21 de abril.

"As substâncias psicoativas e tabaco têm um grande valor na prisão e isso pode levar a crimes cometidos dentro da prisão. Isto coloca os profissionais que trabalham na prisão e os reclusos em risco", disse Mark Silk, investigador do caso.

Via The Guardian

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.