Enfim, aconteceu: casal faz sexo dentro de um Tesla com piloto automático ligado

Por Rafael Arbulu | 09 de Maio de 2019 às 11h03
Tudo sobre

Tesla

Saiba tudo sobre Tesla

Ver mais

Finalmente, chegou o dia: um casal gravou um vídeo pornô amador dentro de um Tesla com a função “autopilot” (o piloto automático) ligada. A atriz amadora Taylor Jackson valeu-se da capacidade dos veículos da empresa liderada por Elon Musk para engajar em diversas posições sexuais — todas, claro, potencialmente perigosas.

Internautas criticaram a ideia, ressaltando que a função do veículo tem o intuito de oferecer assistência e não tomar o controle da direção. E erros desse recurso já foram vistos em carros da própria Tesla e em outros veículos, como o famigerado caso da ciclista atropelada por um carro autônomo da Uber, em 2018.

Críticas à parte, Taylor Jackson foi ao Twitter celebrar que seu canal dentro do Pornhub vem sendo bastante visitado, com o vídeo específico dentro do Tesla subindo ao primeiro lugar do ranking dos mais procurados do site. Ela marcou o CEO da Tesla no tuíte. Naturalmente, ele não respondeu (pelo menos, não ainda: estamos falando de Elon Musk, afinal).

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O vídeo foi divulgado pelo próprio perfil do Pornhub no Instagram, onde a rede de vídeos pornográficos disse que iria “relatar” Jackson “ao Elon”.

Vale ressaltar: a prática é totalmente ilegal segundo a legislação de vários países, e motoristas devem sempre, a todo momento, estarem atentos ao tráfego e com as mãos ao volante. Mais além, a função de piloto automático dos carros da Tesla é automaticamente desativada quando uma força mínima é aplicada à direção, o que, convenhamos, tem um potencial enorme de acontecer quando se está “ocupado” com o seu parceiro no banco do motorista. Facilmente, uma trombada de leve desligaria o recurso em meio ao trânsito, o que deixaria essa nota bem mais trágica.

O próprio Elon Musk já disse a investidores, durante evento próprio da Tesla, que a função de piloto automático de seus automóveis só deve ser suficientemente segura para se tirar as mãos do volante “ao final de 2019”. Como ainda não estamos lá, recomendamos que, se for para fazer sexo dentro dos seus carros, ao menos, estacione-o antes.

Fonte: Inverse; The Next Web

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.