Colecionador adquire Mac dos anos 80 e encontra... [não abra no trabalho]

Por Redação | 08.07.2016 às 20:38 - atualizado em 10.07.2016 às 16:26
photo_camera Imgur/wowbobwow

Atenção: essa notícia traz conteúdo adulto. É melhor não abrir no trabalho.

Um usuário que se identifica como "wowbobwow" no Imgur afirmou que obteve um Macintosh SE no Craiglist (site de classificados muito popular nos Estados Unidos) e encontrou, dentro do disco rígido, um aplicativo pornográfico de 1986.

Ele disse que encontrou o computador no site de classificados e se interessou pelo fato de ter uma placa de rede etherrnet na máquina, tornado o modelo mais raro. Em sua época, esse Macintosh SE teria custado quase US$ 4 mil, especula "wowbobwow".

Trata-se de um modelo que integra CPU e monitor (preto e branco), com 1 MB de RAM de fábrica e HD de 20 MB (para se ter ideia do que é isso, o aplicativo Whatsapp seria suficiente para praticamente lotar todo o espaço desse disco rígido).

O aparelho não ligava a princípio, mas mexendo nos componentes internos, o usuário conseguiu consertá-lo. Dentro, ele encontrou a versão 6.0.8 do Mac OS, além de um software que supostamente servia para controlar uma casa inteligente (imagina fazer isso no final dos anos 80). Fuçando mais a fundo, foi encontrada uma pasta chamada "America Online" e um programinha suspeito.

MacPlayMate

Imgur/wowbobwow

O nome da pasta faz referência a um dos primeiros provedores de internet de que se tem notícia. Mas, em vez de um discador, havia uma outra pasta dentro, chamada de "Playmate". Esse é o nome que destaques da revista Playboy recebiam. Não deu outra: ali havia um aplicativo pornográfico.

Em MacPlaymate: Interactive Erotica for the Mac, o objetivo parece ser "agradar" a playmate virtual Maxie usando vários "brinquedos": vale usar vibrador, lubrificante e "explorador anal". O usuário também podia escolher entre várias roupas que abrangem vários fetiches.

MacPlayMate

Repare no botão de pânico ali no cantinho (Foto: Imgur/wowbobwow)

Bom, não vamos explorar mais a fundo esse conteúdo. Mas, se quiser saber mais, existem vídeos no YouTube com esse aplicativo.

Via Imgur.