Professora americana é investigada por nudez e mensagens sobre drogas no Twitter

Por Redação | 31.01.2013 às 15:20

A professora norte-americana Carly McKinney, 23 anos, está sendo investigada pela polícia de Denver, Estados Unidos, após uma denúncia envolvendo seu perfil no Twitter. Carly utilizou o microblog para publicar muitas fotos em que aparece nua e também para escrever mensagens sobre o uso e a venda de drogas. As informações são do Daily Dot.

A denúncia foi feita por outro usuário do Twitter à emissora de TV local, a KUSA-TV. Além das imagens comprometedoras, a conta não era protegida, o que permitia que qualquer pessoa visualizasse suas postagens. Para completar, a conta ainda tinha um nome um tanto curioso: @crunk_bear (ursinha doidona, em tradução livre).

"Vendo uma batida contra drogas no estacionamento. É engraçado, porque tenho maconha no meu carro que está parado no estacionamento de professores", afirmava uma das postagens de Carly em seu perfil. Depois de sua história ter caído na mídia, a professora decidiu se pronunciar sobre o caso em uma entrevista à rede norte-americana de televisão NBC.

Carly McKinney

Reprodução: Daily Dot

Carly McKinney afirmou que a conta no Twitter em questão era uma página de paródia feita por ela e por uma amiga, afirmando que não tinha conhecimento sobre as fotos e mensagens publicadas e que não leva drogas para a escola onde trabalha. A sua situação profissional também deve ser decidida em uma reunião com os membros da direção da Overland High School nesta quinta-feira (31).