Homem processa polícia dos EUA por ler suas mensagens de texto sem autorização

Por Redação | 26 de Março de 2013 às 12h35

O norte-americano Bob Offer-Westort entrou nesta semana com um processo judicial contra a polícia da cidade de São Francisco, Estados Unidos, alegando que um policial local teria lido as mensagens de texto que estavam armazenadas em seu celular sem autorização. O incidente aconteceu quando Offer-Westort foi levado até uma delegacia depois de participar de um manifesto pacífico em 2012. A notícia saiu no The Huffington Post.

O homem foi detido em janeiro do ano passado depois de acampar em uma praça da cidade em protesto contra novas medidas que visam dificultar ainda mais a vida dos mendigos. Ao ser encaminhado para a delegacia, Offer-Westort alega que um dos policiais pegou seu celular e começou a ler suas mensagens de texto sem sequer pedir autorização.

Bob Offer-Westort afirma que sentiu como se partes importantes de sua vida tivessem acabado de ser acessadas por um desconhecido. Em seu pedido de ação, o homem alega que ele não foi o único afetado pela leitura das mensagens de texto, mas todas as pessoas com quem costuma trocar mensagens. "É importante que a polícia tenha mandados para acessar áreas muito particulares de nossas vidas", afirmou.

Um porta-voz da polícia de São Francisco afirmou também à publicação que o órgão não comenta sobre ações judiciais civis. O requerente na ação ainda conta com o apoio da Aclu, uma associação norte-americana que defende a liberdade civil dos cidadãos do país.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.