Corte francesa proíbe presos de terem um PS3, mas libera o uso do Xbox 360

Por Redação | 18 de Abril de 2013 às 06h10

A fama do Playstation 3 parece não estar muito boa. Depois de um estudo provar que os gamers adeptos do Xbox 360 são melhores de cama, uma corte francesa determinou nesta semana que os presos não poderão ter seus PS3, já que o aparelho infringe políticas de segurança dos presídios locais, mas o console da Microsoft continua sendo perfeitamente aceito no sistema carcerário do país. A notícia saiu no Kotaku.

A discussão sobre o uso do console dentro do presídio surgiu depois que um dos presos, identificado apenas como Mr.B, obteve o privilégio de jogar seus games eletrônicos favoritos no seu Playstation 3 dentro da cela - ele está preso desde dezembro de 2009. Em um único mês, Mr. B foi transferido de presídio ao menos duas vezes e nos dois novos locais, os administradores o proibiram de usar o seu console com base nas normas de segurança do presídio.

Inconformado com a decisão, o preso decidiu recorrer aos tribunais e mais uma vez perdeu a causa. O Tribunal Administrativo de Recursos de Marseille decidiu que as prisões por onde Mr. B passou agiram dentro da legalidade ao proibi-lo de usar o PS3, já que acredita-se que o console pode ser usado para se comunicar com outras pessoas fora da cadeia e comprometer o esquema de segurança do estado.

O console do preso foi inspecionado pelos agentes prisionais e descobriu-se que o Wi-Fi embutido no PS3 poderia permitir que Mr. B realizasse alguma atualização da sua dashboard, que poderia tornar acessível a comunicação com o mundo exterior. Mas os modelos antigos do Xbox 360, que não possuem Wi-Fi embutido, foram considerados a melhor opção de entretenimento para os presos devido à dificuldade para o acesso à internet, por exemplo, já que os presos teriam que adquirir um adaptador wireless.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.