Cinco motivos para superar o medo de Big Data

Por Colaborador externo | 18 de Setembro de 2015 às 12h40

Por Lisandro Sciutto*

Se você é como a maioria dos líderes de negócios, você gela só de ouvir falar em Big Data. Embora coletar, analisar e tirar vantagem de informações dos clientes seja a preocupação de 72% dos empresários e líderes da área de TI, apenas 44% tomam a atitude de falar a respeito, de acordo com a 6ª Pesquisa Anual de QI Digital da PwC. Para superar esse gap, os profissionais de marketing precisam transmitir aos diretores como os insights dos clientes, compilados do Big Data, podem ser usados para aumentar as vendas, conduzir tomadas de decisões estratégicas nos departamentos econômicos ajudar os negócios a ganhar vantagem competitiva.

Por que muitos negócios estão hesitantes? Com a quantidade massiva de dados de clientes vindos de diferentes fontes, incluindo websites, e-mail, redes sociais, celular, atendimento ao consumidor, armazéns de dados (data warehouses) e outros, coletar e usar esses dados pode parecer impossível de lidar. Além disso, existe um aumento assustador de dados desestruturados - Não apenas das redes sociais como também do crescente volume de áudio e textos físicos que tem sido digitalizados em um ritmo sem precedentes, adicionado ao desafio de determinar como organizar os dados de forma que sejam úteis. Sem mencionar o fato de ter que descobrir como incorporar os dados a diferentes canais, incluindo celular, para obter uma visão 360 graus do cliente.

Coletar, analisar e usar dados dos clientes de forma inteligente é definitivamente um desafio. Ninguém tem isso completamente definido e não existe uma única resposta como solução. No entanto, para os publicitários é decisivo entrar no jogo agora ou arriscar ficar muito atrás de sua concorrência em termos de oferecer aos clientes experiências completas e personalizadas.

Por que os profissionais de marketing precisam tirar proveito das informações de forma efetiva? Existem várias razões pelas quais os profissionais de marketing precisam obter informações relevantes dos clientes. Abaixo cinco motivos para adotar (para ontem) o gerenciamento e análise de dados na gestão de marketing:

  1. Aumente complexidade de navegação, incluindo a proliferação de canais e pontos de contato, na mudança para um ciclo de compra não linear e as demandas de um serviço de atendimento ao consumidor 24x7.
  2. Aplique recursos avançados de marketing, incluindo personalização em tempo real e automação de marketing.
  3. Fale a língua da diretoria, usando dados para embasar estratégias e planejamento, bem como para demonstrar resultados quantificáveis. De acordo com a Harvard Business Review, artigo que cita um estudo de 2012, publicitários ainda contam muito com a intuição, levantando dados para apenas 11% das decisões relacionadas aos clientes.
  4. Ganhe vantagem competitiva por tomar decisões estratégicas com insights dos clientes. De acordo com a PwC, 65% dos gerentes de negócios acreditam que o Big Data vai lhes trazer vantagens.
  5. Entenda com mais precisão o retorno em investimentos para um conjunto completo de táticas de marketing e otimizar a mistura com marketing e mídia modelagem mix.

*Lisandro Sciutto é diretor de produtos da LATAM.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.