WhatsApp testa sistema de pagamentos na Índia

Por Redação | 19 de Janeiro de 2018 às 09h31
Tudo sobre

WhatsApp

Depois de mensagens e arquivos, parece que o WhatsApp está de olho no mercado de transferência de dinheiro. Um relato publicado na imprensa internacional afirma que a empresa já está testando uma solução de pagamentos P2P para o aplicativo, pelas mãos de um grupo de usuários do Facebook na Índia e com testes Beta marcados para iniciar nos próximos meses.

A novidade estaria, primeiro, sendo utilizada por funcionários do Facebook na Índia, com uma versão preliminar para testes sendo aberta a 1% dos usuários do WhatsApp do país em algum momento deste primeiro trimestre. O recurso permitiria a transferência de dinheiro entre os utilizadores da plataforma e também de suas contas para qualquer banco do país, sem taxas ou cobranças adicionais.

Isso seria possível pelo uso da Interface Unificada de Pagamentos (UPI, na sigla em inglês), um sistema criado pela associação nacional de bancos e empresas de varejo da Índia para, justamente, juntar todas as soluções disponíveis no país em uma única infraestrutura. Isso permite, por exemplo, um alcance gigantesco assim que a solução for liberada, bem como a já citada ausência de taxas para as transações, um fator que normalmente constitui um empecilho para ferramentas desse tipo.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Nessa fase inicial, apenas o sistema de transferência de dinheiro entre os usuários estaria disponível. Isso significa que recursos disponíveis em outros sistemas do tipo, como a utilização da plataforma para pagamentos em outros aplicativos, não estaria disponível. Seria, por enquanto, uma maneira de digitalizar e facilitar divisões da conta de um bar ou a compra de itens para uma festa sem que os envolvidos precisem enfiar a mão no bolso – apenas para pegar o celular, nesse caso.

Por mais que a interface de pagamentos acompanhe a chegada de uma versão do WhatsApp dedicada às empresas, a plataforma que permitiria a realização de pagamentos diretos a elas ainda não estaria implementada nem mesmo na versão de testes, podendo chegar em uma fase posterior do lançamento da empreitada. Sobre esse quesito, entretanto, ainda não existem informações.

Além disso, os relatos publicados na imprensa internacional apontam para uma dificuldade que ainda estaria sendo enfrentada pelos desenvolvedores: a exigência de regulação. Todos os pagamentos feitos pela UPI precisam ser auditados pelas autoridades financeiras da Índia, algo que não se encaixa com a promessa de criptografia e proteção ponta a ponta que é feita pelo WhatsApp a cada troca de mensagens, e que se encaixa também na plataforma financeira.

Ainda, a empresa estaria entrando de cabeça em um mercado que muitos dizem estar saturado, com soluções da Google e outros concorrentes presentes na maioria dos aparelhos vendidos no país e atendendo centenas de milhões de indianos. É claro, a união entre um software bastante utilizado como o WhatsApp e esse tipo de recurso já garante uma bela plataforma para lançamento, mas ainda assim o caminho adiante é complexo até a plena consolidação.

Apesar de a iniciativa e desenvolvimento de um sistema de pagamentos atrelado à sua versão corporativa não ser novidade para ninguém, o WhatsApp não negou nem confirmou que está chegando a hora de testar uma plataforma desse tipo. A empresa não se pronunciou sobre o assunto nem deu uma previsão de quanto - e se - essa plataforma estará disponível para outros países, já que, nesse primeiro momento, os relatos apontam para uma solução desenvolvida especificamente para a Índia.

Fonte: FactorDaily

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.