WhatsApp para Android deve ganhar proteção via reconhecimento facial em breve

Por Rubens Eishima | 22 de Outubro de 2020 às 09h30
Rubens Eishima/Canaltech
Tudo sobre

WhatsApp

Saiba tudo sobre WhatsApp

Ver mais

O WhatsApp liberou uma nova versão de testes para Android e como sempre, os especialistas do site WABetaInfo já destrincharam o aplicativo. O novo beta do mensageiro inclui referências a uma opção para entrar em chamadas perdidas e, mais importante, suporte a novos sistemas de biometria, incluindo reconhecimento facial.

Ao que tudo indica, o WhatsApp irá ganhar no Android compatibilidade com desbloqueio facial — recurso oferecido desde o ano passado no iPhone. A novidade foi encontrada ao acessar o menu de configurações da versão de testes 2.20.203.3 do app. No lugar da opção “Bloqueio por impressão digital”, o beta oferece um “bloqueio por biometria”.

Nova descrição lista reconhecimento facial e outros métodos de desbloqueio (Imagem: reprodução/WABetaInfo)

Atualmente nos celulares equipados com o sistema do Google, é possível restringir o acesso ao WhatsApp apenas com impressão digital ou com o uso de ferramentas de terceiros.

O novo sistema de proteção poderá utilizar outros recursos de biometria oferecidos pelo celular, desde que compatíveis com o sistema Android e o próprio mensageiro.

A novidade é útil não apenas para os smartphones que não contam com um sensor de digitais, como também facilita o uso em situações em que o leitor não está funcionando direito ou quando o usuário está com luvas.

Chamadas atrasadas

Outro novo recurso encontrado neste beta do WhatsApp é a opção de entrar em chamadas perdidas. Um exemplo citado pelo WABetaInfo é para as conversas de grupo em andamento que o usuário não viu a notificação (ou fechou por acidente).

WhatsApp beta mostra chamadas perdidas que estão em andamento (Imagem: reprodução/WABetaInfo)

Como geralmente acontece com os recursos testados no WhatsApp, não há previsão de lançamento das novidades mostradas. É possível que elas sofram alterações antes de chegar ao app oficial ou até mesmo não sejam disponibilizadas.

Fonte: WABetaInfo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.