WhatsApp agiliza envio de imagens com nova ferramenta

Por Felipe Demartini | 01 de Junho de 2018 às 11h11
Reprodução

O WhatsApp está começando a receber, neste final de semana, um recurso que promete agilizar o envio de imagens para os contatos. O “upload preditivo”, como está sendo chamado, carrega as fotos automaticamente no servidor do mensageiro assim que o usuário as seleciona, antes mesmo que ele termine o processo e aperte o botão de “enviar”.

O processo acontece logo após a seleção dos arquivos, quando o usuário é levado à tela de edição, onde pode realizar cortes ou adicionar efeitos às imagens. O recurso de predição parece ser baseado em telemetria, com uma noção de que muitos utilizadores não realizam alterações nas fotos, compartilhando-as em seu formato original. Sendo assim, enquanto a pessoa decide se vai mexer em alguma coisa ou não, o processo de upload já está acontecendo.

Caso existam edições, ele é interrompido e o arquivo original é deletado dos servidores. Mas quando elas não forem necessárias, o compartilhamento é agilizado em alguns segundos, uma vez que os arquivos já estão carregados na infraestrutura da empresa. Usuários com conexões mais lentas ou que utilizam o WhatsApp em locais de baixa cobertura serão os mais beneficiados pela novidade, tendo de esperar menos tempo para que as fotos sejam enviadas.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

É claro que, no recurso, a privacidade é garantida. O upload das imagens, como dito, é feito aos servidores do WhatsApp, com o envio para um contato acontecendo apenas após a confirmação. Além disso, caso as fotos enviadas tenham sido editadas, os arquivos originais carregados pelo sistema preditivo são deletados imediatamente, não permanecendo na infraestrutura da empresa.

O recurso está sendo liberado de forma segmentada, com grupos de usuários sendo incluídos pouco a pouco. Não há, entretanto, distinção entre sistemas operacionais, com utilizadores de iOS e Android já tendo acesso ao recurso desde que, claro, estejam usando as versões mais recentes do aplicativo — tanto quem tem a versão final do WhatsApp quanto aqueles que aceitaram receber as Betas da aplicação estão tendo acesso à novidade, que não exige um novo update.

Entretanto, de acordo com o site WABetaInfo, que revelou a liberação do recurso, o processo de atualização estaria demorando mais tempo para os usuários de Android, com bem menos gente tendo acesso à novidade na plataforma em relação ao iOS. Além disso, não existe previsão de inclusão do recurso no WhatsApp para Windows Phone.

Além disso, o veículo aponta que o upload preditivo só se aplica às imagens convencionais, não valendo para vídeos ou GIFs animados. Ainda, usuários da versão web do WhatsApp não poderão utilizar o recurso, somente aqueles que estejam acessando o serviço por meio do celular.

Fonte: WABetaInfo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.