Uber vai pagar US$ 1,8 milhão para resolver ação judicial

Por Redação | 24 de Novembro de 2015 às 14h00

A empresa responsável pelo polêmico aplicativo Uber terá que reembolsar US$ 1,8 bilhão correspondente a taxas recolhidas de seus passageiros em 2013 e 2014. O valor foi estipulado durante um acordo realizado na última sexta-feira (20).

O serviço foi alvo de uma ação coletiva que reivindicava tarifas aeroportuárias, que variam entre US$ 1,25 e US$ 4,50 por viagem até aeroportos da Califórnia, incluindo San Francisco International e Los Angeles International. Cerca de 350 mil usuários do Uber foram cobrados por estas taxas e os advogados dos reclamantes disseram que o acordo foi extraordinário, uma vez que os passageiros serão reembolsados em 100% do valor das taxas pagas.

As taxas aeroportuárias foram chamadas de "fraudulentas" num outro processo interposto por procuradores distritais em São Francisco e Los Angeles, que afirmavam que o Uber enganava seus passageiros dizendo que as taxas estavam sendo pagas para os aeroportos, quando na verdade o Uber estava mantendo os pagamentos para si. Esta segunda ação judicial ainda está em curso.

Via ArsTechnica

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.