Uber pede que população pressione o prefeito de São Paulo contra proibição

Por Redação | 25 de Setembro de 2015 às 10h19
photo_camera Divulgação

O Uber está convocando os usuários cadastrados no aplicativo para que eles se unam contra a decisão de Fernando Haddad, prefeito de São Paulo, de proibir o funcionamento do serviço na cidade.

A medida foi aprovada pelos vereadores da Câmara Municipal quase com unanimidade, sendo apenas três votos a favor, no último dia 9 de setembro. Agora, basta a assinatura de Haddad para que o projeto entre em vigor.

O Uber afirma que votação foi afetada devido à pressão feita pelos taxistas. Então, nada mais justo do que os motoristas do aplicativo e seus usuários pressionem o prefeito contra o veto.

Na página oficial do Uber estão todos os endereços de e-mail com vínculos à prefeitura para que o usuário possa mandar o seu recado. Também há um link para o preenchimento dos campos de destinatários, assunto e mensagens completas, facilitando o procedimento. Até mesmo o telefone do gabinete de Haddad já chegou a ser divulgado pela empresa para que o público se manifeste.

A companhia se defende da proibição afirmando que o serviço ajuda na mobilidade da cidade e gera oportunidades de trabalho, além de aumentar a arrecadação de impostos do município. O Uber propõe a regulamentação do aplicativo e já sugeriu o pagamento de tributos por corrida, destinando o valor arrecadado à melhoria do transporte público em São Paulo.

Fonte: Uber

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.