Uber passa a rastrear localização de usuários mesmo após o fim de uma corrida

Por Redação | 29.11.2016 às 18:33
photo_camera Divulgação

O Uber liberou nesta semana uma atualização que muda sua forma de coletar dados de localização de seus usuários. A mudança é quase imperceptível para os usuários, mas faz uma grande diferença em termos de privacidade. Isso porque agora, o aplicativo pode rastrear a movimentação dos passageiros mesmo fora de uma viagem.

Antes dessa atualização, a localização do usuário era coletada pelo Uber apenas enquanto o app estivesse aberto no celular a caminho do seu destino. Agora, a empresa tem acesso à sua localização o tempo todo, dentro ou fora de uma viagem, esteja o app aberto ou rodando em segundo plano.

Mais precisamente, a empresa diz que precisa acompanhar a localização do usuário a partir do momento em que ele solicita um veículo e até 5 minutos depois que a pessoa já chegou a seu destino e desceu do carro.

Mas, de acordo com o Uber, mesmo que ela possa colher os dados de localização dos usuários constantemente, ela afirma que não se aproveitará dos mesmos. Em vez disso, o Uber alega que o objetivo é melhorar seu serviço, como a precisão com que o app aponta o endereço de partida e de chegada, uma das principais reclamações dos usuários. E que, para tal, tem que pedir acesso constante por causa da maneira como as permissões dos dispositivos são estruturadas.

Embora a nova maneira de coletar dados de localização possa vir como uma surpresa para muitos, o Uber já havia anunciado a mudança no ano passado. Na época, a empresa disse que precisava da permissão dos usuários para ter acesso a seus dados de localização de maneira mais precisa, o que tornaria o aplicativo mais rápido para encontrar carros na região e para deixar o passageiro no local exato do seu destino.

Fonte: TechCrunch