Uber oferece desconto de R$ 20 durante toda a semana para usuários do RJ

Por Redação | 05 de Abril de 2016 às 10h37

O Uber estendeu para toda esta semana uma promoção lançada na sexta-feira passada (1º de abril) em decorrência dos protestos de taxistas no Rio de Janeiro, que por sua vez pedem o fim das operações do app na cidade.

A promoção em questão dava um desconto de R$ 20 para a primeira viagem do dia e só era válida em pontos específicos da capital carioca. Agora, a empresa está oferecendo um vale de R$ 20 por dia - isso mesmo, por dia - até esta sexta-feira (8) em um bairro escolhido pela companhia. Ontem (4) foi a Tijuca, e hoje (5) o desconto contempla os moradores de Tanque, Taquara e Pechincha.

O abatimento entrará de forma automática ao final da viagem, e se a corrida tiver um valor igual ou inferior a R$ 20, ela sai de graça. Caso a quantia seja ultrapassada, o aplicativo cobrará apenas a diferença. Lembrando mais uma vez: o desconto de R$ 20 é diário, desde que a viagem comece num dos bairros selecionados.

Além disso, a entidade divulgou um regulamento para participar da promoção. Funciona assim:

  • Acesse o blog do Uber diariamente para saber os bairros contemplados
  • Abra seu aplicativo e solicite seu Uber. Sua viagem deve ser iniciada no bairro escolhido do dia em questão
  • O desconto de R$ 20 será aplicado automaticamente no valor final de sua viagem
  • A promoção é válida das 7h00 às 21h00
  • Cada usuário terá apenas uma viagem grátis, no valor de até R$ 20, por dia
  • O desconto será aplicado ao valor final da viagem e não há necessidade de inserir códigos promocionais
  • Os descontos só valem nos dias e nos bairros indicados acima
  • Para utilizar o desconto, a viagem deverá ser iniciada no bairro indicado

Protestos

Na última sexta-feira, dezenas de taxistas foram às ruas do Rio de Janeiro para protestar contra o Uber. Eles bloquearam diversos pontos na cidade até chegarem ao prédio da prefeitura, onde pediram que uma liminar que permite o funcionamento do app seja derrubada.

Mesmo com as manifestações, o Uber disse que seu movimento cresceu no Rio e que o número de downloads da ferramenta subiu 700% naquele dia. Além disso, a companhia defendeu a ideia de que "os usuários têm o direito de escolher o modo como desejam se movimentar pela cidade e que os motoristas parceiros têm de ter seus direitos constitucionais de trabalhar (exercício da livre iniciativa e liberdade do exercício profissional) preservados".

Fonte: Uber

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.