Uber começa a selecionar motoristas em Curitiba; serviço deve chegar em breve

Por Redação | 17.02.2016 às 11:20
photo_camera Divulgação

Apesar de todas as polêmicas, o Uber segue seu plano de expansão pelo Brasil e outra cidade pode estar prestes a receber o aplicativo e os famosos carros pretos. A empresa já começou a procurar profissionais que estejam interessados em trabalhar com o sistema de caronas compartilhadas em Curitiba. Segundo ela, a ideia é disponibilizar seus serviços na capital paranaense em 2016.

O curioso é que esse movimento do Uber na cidade começou na forma de rumor. Nesta terça-feira (16), um suposto e-mail convocando os motoristas começou a circular pelas redes sociais, afirmando que o UberX chegaria a Curitiba com a possibilidade de fazer com que seus motoristas tivessem uma renda de até R$ 5 mil mensais. E a veracidade da mensagem foi confirmada logo em seguida pela companhia, que disse estar estudando o cenário local e o interesse da população e dos profissionais para decidir se começa a atuar ou não na região.

Porém, ela destaca que ainda não há nada definido e que tudo ainda está em fase de estudos. Em nota emitida à imprensa, o Uber diz que fará um anúncio oficial quando seus serviços forem confirmados para Curitiba. Segundo o site Bem Paraná, isso deve acontecer em algum momento deste ano, mas sem especificar uma data exata.

Porém, mesmo que as movimentações do Uber tenham começado somente agora na cidade, a polêmica em torno do serviço já circula em Curitiba há algum tempo. No ano passado, taxistas já se organizaram em protestos contra a plataforma. E, mais do que apenas fechar ruas e fazer barulho, alguns deles decidiram sair na frente e algumas cooperativas já passaram a oferecer uma espécie de "táxi premium", com carros pretos e padrão diferenciado para se equiparar aos veículos do aplicativo.

Além disso, já circula na Câmara Municipal um projeto de lei que visa proibir a atuação desses motoristas não regulamentados, com multa de R$ 1,7 mil para quem for flagrado oferecendo o serviço. A proposta do vereador Chico do Uberaba (PMN) foi apresentada em julho de 2015, mas foi arquivada no último mês de novembro. Porém, outro projeto bastante similar voltou a tramitar e ainda segue em discussão. A previsão é que os vereadores votem o tema nos próximos meses. Enquanto isso, a novela do Uber curitibano está apenas começando.

Via: Gazeta do Povo, Bem Paraná