Spotify testa importação de músicas locais no Android

Por Jessica Pinheiro | 03 de Dezembro de 2018 às 12h27
divulgação

Lembra daquela música que você escutou em um comercial do YouTube ou em uma vídeo-montagem em alguma rede social, demorou algum tempo caçando, mas finalmente encontrou e fez o download dela devido à raridade de seu espécime? O mesmo se aplica àqueles álbuns cujos artistas você descobriu recentemente, todos parte de um movimento musical bem underground que apenas uma pequena parcela do mundo sabe a respeito. A vontade de escutar esses discos e suas canções no Spotify e exibi-los para o mundo é grande, certo?

Uma pena que devido à baixa relevância (e, portanto, pouca procura), o Spotify não adiciona essas canções e esses artistas à sua biblioteca. Mas isso pode estar prestes a mudar — pelo menos é isso o que afirma a especialista do segmento, Jane Manchun Wong. De acordo com ela, o serviço de streaming está testando um recurso que permitirá que os usuários de Android importem um arquivo de música local para o aplicativo.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Isso significa que, caso a ferramenta seja validada após os testes, os usuários poderão ouvir aquelas músicas extremamente desconhecidas, juntamente com os mais recentes hits da plataforma musical por streaming. E, além desse recurso, o Spotify também parece estar a possibilidade de salvar episódios de podcasts para ouvir mais tarde. Essa ferramenta também deverá organizar menus de episódios de podcasts para mostrar as descrições deles em uma tela separada.

Por fim, há ainda a chance de a Biblioteca receber um novo visual, que contaria com uma playlist de músicas favoritas do usuário gerada automaticamente.

Vale lembrar que essas ferramentas estão em testes e pode ser que o Spotify demore a liberá-las — ou que nem as disponibilize no fim das contas, afinal um desses recursos seria exclusivo para Android, pois não seria possível importar músicas em dispositivos iOS, por exemplo. Ainda assim, é inegável que uma atualização com essas funcionalidades tornaria o serviço de streamings um diferencial dentre os demais apps do segmento.

Fonte: Engadget

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.