Serviço quer ser "Tinder" para jogadores de Pokémon Go

Por Redação | 20 de Julho de 2016 às 13h15

Pokémon Go é uma febre tão grande que está criando uma série de negócios em seu redor. E depois de motoristas especializados em localidades do game e concierges de hotéis também com essa finalidade, é a vez de o game da Nintendo começar a formar casais. Essa é a proposta do PokeDates, que pode muito bem ser definido como uma versão do Tinder voltada especificamente para os treinadores do título.

Com lançamento previsto para os próximos dias, o serviço permitirá que usuários de Pokémon Go de uma mesma região e interesses em comum se encontrem, seja para caçarem monstrinhos ou saírem em encontros. Apesar do foco no romantismo ser um dos principais da plataforma, o PokeDates também está interessado na criação de comunidades locais, se mostrando tão interessado no amor quanto na amizade.

O diferencial da plataforma, entretanto, está em seu funcionamento, que passa longe da aleatoriedade promovida pelo seu maior semelhante, o Tinder. Em vez de utilizar algoritmos ou simplesmente critérios de geolocalização para conectar as pessoas, o PokeDates usará seres humanos para isso, que trabalharão baseados em uma lista de perguntas e interesses fornecidos pelos próprios usuários.

Para os realizadores, o "serviço" torna possível unir pessoas que realmente tem algo em comum, com resultados mais apurados do que aqueles obtidos pela inteligência artificial. A base do serviço, inclusive, foi criada a partir de outra plataforma de encontros já existente, o Project Fixup, voltado justamente para dar um caráter mais humano e emocional aos apps voltados para o flerte online.

Essa característica, entretanto, vem com um preço. De forma a atrair usuários, o primeiro encontro no PokeDates será gratuito, mas depois cada combinação custará US$ 20 para os usuários. A empresa garante bons resultados, mas deixa claro que a partir da união de interessados em si, o restante fica a cargo dos próprios e não é possível ter certeza de que o amor será encontrado aqui. No mínimo, é garantido que os usuários ganharão companheiros para jogar Pokémon Go.

Fonte: Ubergizmo