Serviço importante da Microsoft deixará de funcionar nos Windows 7 e 8.1

Serviço importante da Microsoft deixará de funcionar nos Windows 7 e 8.1

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 05 de Novembro de 2021 às 17h03
Divulgação/Microsoft

A Microsoft anunciou nesta sexta-feira (5) que interromperá as atualizações para o aplicativo OneDrive pessoal para usuários do Windows 7, 8 e 8.1 a partir de 1º de janeiro de 2022. Dois meses depois, em março, o programa deixará de sincronizar arquivos com a nuvem, o que deve torná-lo inútil e exigir do usuário o upload manual no sistema.

Essa é uma mudança que pode pegar muita gente de surpresa, afinal o Windows 8.1 tem suporte garantido pela Microsoft até 10 de janeiro de 2023. A integração direta com o serviço de armazenamento na nuvem da empresa era um dos recursos-chave quando houve o anúncio do Windows 8.1, portanto ainda não está muito claro como isso poderá impactar no funcionamento do sistema operacional.

O suporte do OneDrive no Windows 8.1 e Windows 7 estão com os dias contados (Imagem: Reprodução/Microsoft)

Uma mudança tão relevante provavelmente não seria feita à revelia, sem uma análise prévia dos efeitos, por isso é provável que a Microsoft saiba quem serão os afetados pelo anúncio. Curiosamente, o suporte ao Windows 7 só veio após o desembarque no sucessor, em razão da demanda dos usuários que ainda usavam a versão antiga.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Sem suporte oficial

O suporte oficial ao Windows 7 foi extinto em 2020, mas, como ainda há uma base grande de usuários empresariais, a companhia lança atualizações de segurança periódicas para manter o funcionamento até 10 de setembro de 2023. Isso não deve ser um problema para esse perfil profissional, pois a mudança no OneDrive afetará apenas as contas pessoais, que já não terão suporte ao Win 7 de qualquer maneira.

O Windows 7 já não tem mais suporte oficial da Microsoft (Imagem: Reprodução/Wikipédia)

Aos menos familiarizados com o aplicativo do OneDrive, a função do cliente é realizar a sincronização em tempo real dos arquivos em segundo plano. Assim, é possível editar um texto no Word e todas as alterações serem enviadas simultaneamente para a nuvem, o que evita a perda de trabalhos caso o PC dê algum problema ou falte luz, por exemplo.

Para quem não quer ter que fazer a transferência manual dos arquivos, o jeito é migrar para o Windows 10, cujo suporte oficial irá até outubro de 2025. Ou, em último caso, o jeito é migrar para outro serviço rival e sem tal limitação, como o Dropbox ou o Google Drive.

Fonte: Microsoft  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.