Scorp, o app que ganhou fama repentina no Brasil

Por Redação | 11 de Agosto de 2017 às 07h05

O posto de app mais baixado na última semana é do Scorp, muito parecido com o Snap e o Instragram Stories. Misteriosamente, o aplicativo turco disparou em downloads nas lojas virtuais do Android e do iOS nos últimos dias, talvez por se diferir desses serviços em um ponto interessante: ao contrário dos seus rivais, os vídeos, que têm duração máxima de 15 segundos, não desaparecem após 24 horas. Eles ficam no perfil do usuário para gerar engajamento.

A proposta do app é que os participantes usem os vídeos para conversar sobre temas atuais, já que a ideia é conhecer pessoas novas por meio deles. 

Apesar da premissa, o app ainda não conseguiu atingir seu objetivo de geração de conteúdo rico e discussões, ou mesmo interação inteligente entre seus membros. Boa parte dos vídeos repete o estilo dos vlogs do YouTube, com monólogos sobre as vidas dos usuários ou clipes cômicos.

Como funciona

O aplicativo se conecta ao seu perfil do Facebook e de cara já estimula você adicionar seus amigos da rede social. O usuário pode assistir ao que já foi publicado ou curtir e enviar presentes, ação que o torna um fã principal do dono do perfil. Outro recurso da plataforma é a possibilidade de trocar mensagens de texto com novos usuários e criar debates em vídeo com público aleatório.

Quem recebe mais presentes tem mais chances de estar no topo do ranking dos Scorpers, como são chamados os membros do aplicativo.

Telas de uso do Scorp

No Brasil, o Scorp tem se mantido entre os primeiros das listas de apps. Nesta quinta-feira (10), segundo dados do AppAnnie, serviço de monitoramento de aplicativos, ele está na terceira colocação na Google Play Store e na décima na App Store. E de acordo com a Scorp, mais de 5 milhões de pessoas já baixaram o app. 

E aí, já usou o aplicativo ou ficou curioso para saber como funciona? O Scorp está disponível gratuitamente para iOS e Android.

Com informações do AppAnnie

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.