Rumor | Apple Card deve ser lançado em meados de agosto nos EUA

Por Felipe Ribeiro | 26 de Julho de 2019 às 11h15
The Wire Cutter
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

O Apple Card está chegando! Citando fontes anônimas, a Bloomberg informou nesta sexta-feira (26) que o cartão virutal da Apple já poderá ser utilizado por donos de iPhone dos Estados Unidos a partir da segunda metade de agosto.

O cartão está sendo feito em parceria com o Goldman Sachs, sendo que ele será otimizado para o Apple Pay, mesmo que funcionando como um cartão de crédito tradicional para todas as demais transações. O cartão de crédito virtual da Apple também estará disponível em uma versão física para uso em estabelecimentos comerciais que não aceitam o Apple Pay.

De acordo com a mesma reportagem, a Apple expressou em maio certa preocupação sobre a tecnologia subjacente que a Goldman Sachs desenvolveu para alimentar o cartão de crédito, pedindo ao banco que algumas mudanças fossem feitas. Então, com o lançamento iminente do Apple Card, o Goldman Sachs acabou sanando as preocupações da Apple com o tempo e de maneira mais acelerada. Vale lembrar que o banco é responsável pela infraestrutura subjacente, ou seja, ele fará o gerenciamento dos pagamentos, manipulará dados de transação e agrupará informações para extratos mensais.

Imagem: Apple

A ferramenta, inclusive, foi testada por milhares de funcionários da Apple. Foi possível observar que há uma espécie de "modo de recompensa" com o uso do cartão, que oferece cashback de 3% em compras de produtos da Apple, 2% em compras feitas com o Apple Pay e 1% em todas as outras compras.

De acordo com a Apple, inscrever-se no Apple Card, utilizar sua interface e executar seus mecanismos de ativação será tão simples quanto abrir o Wallet. As compras são acompanhadas no próprio Wallet, fornecendo uma análise dos gastos em diferentes categorias, como saúde, alimentação, compras e muito mais.

A Bloomberg também adiantou que a Apple também está discutindo com reguladores financeiros uma expansão para a Europa.

Fonte: Bloomberg

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.