Receita global gerada por compra de apps bate recorde no terceiro trimestre

Por Redação | 25 de Outubro de 2017 às 14h55

O download de aplicativos móveis junto com a receita gerada por essas compras bateram recordes no terceiro trimestre de 2017, segundo um relatório da App Annie. Ao avaliar os downloads da App Store e Play Store, o total atingiu quase 26 bilhões em todo o mundo – um aumento de 8% em comparação com o mesmo período do ano passado.

Os dados não consideram reinstalações ou atualizações, valendo apenas para novos downloads, e a receita gerada por essas compras bateu o recorde de US$ 17 bilhões. Segundo a empresa que conduziu a pesquisa, grande parte desse crescimento vem dos mercados emergentes, onde a penetração de smartphones ainda é relativamente baixa, mas vem crescendo graças à oferta de aparelhos mais baratos, bem como o aumento da cobertura de redes de dados móveis. Isso significa que os números de downloads e suas receitas devem continuar crescendo por mais um tempo, globalmente falando.

Ainda segundo a App Annie, o crescimento de downloads na Play Store foi impulsionado especialmente pela Índia, onde os downloads duplicaram no terceiro trimestre de 2017 em relação ao ano passado. Mas outras nações "engordam" esse crescimento, como é o caso do Vietnã e da Indonésia.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Os downloads mundiais feitos na Play Store cresceram em 10% desde 2016, enquanto o percentual de aumento de downloads na App Store aumentou em 8%. Essas são as maiores taxas de crescimento de um trimestre, e a China também está à frente nessa questão, seguida pelos Estados Unidos e Arábia Saudita.

E enquanto o número de downloads cresce, os gastos dos usuários com aplicativos o acompanham. No período avaliado, a receita combinada da App Store e Play Store atingiu quase US$ 17 bilhões, com um crescimento 28% superior ao ano passado. Mas, no que diz respeito à receita, quem lidera esse aumento são os apps para iOS, sendo que o gasto do consumidor Apple é quase o dobro do que os usuários de Android costumam tirar do bolso.

Fonte: TechCrunch

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.