Pesquisa revela os aplicativos que mais consomem energia

Por Redação | 19.10.2016 às 15:41

Uma pesquisa realizada pela chinesa Baidu avaliou os padrões de consumo dos aplicativos Android mais populares do mundo a fim de descobrir quais são os mais propensos a deixar a bateria do seu gadget no vermelho.

Os aplicativos representam a principal razão para o esgotamento da bateria dos celulares quando estão sendo executados em primeiro plano e até mesmo quando estão fechados, pois podem funcionar em segundo plano. Cada categoria de app possui padrões de consumo diferentes, mas dentro de uma mesma categoria o consumo também pode variar, devido aos diferentes códigos de cada um.

Os testes mostraram que aplicativos de jogos consomem mais energia do que a média quando rodam tanto em primeiro quanto em segundo plano e, apesar de ser uma rede social, o Snapchat também entrou na lista dos mais gastões . 

Já os utilitários, como Twitter, Viber, Spotify, Instagram e WhatsApp desperdiçam menos energia em comparação com os demais em ambos os casos. Netflix e Facebook gastam em média mais quando estão em primeiro plano e menos em segundo plano. Uber foi o único app avaliado que consome mais em segundo plano, embora o gasto em primeiro plano seja inferior à média geral.

O estudo descobriu ainda que, mundialmente, o smartphone fica ligado por 21,7 horas seguidas, e a maioria dos usuários executa o carregamento pelo menos uma vez ao dia. Entretanto, o Brasil, que mantém o dispositivo ligado por até 17,9 horas em média, junto com Estados Unidos e Indonésia, está entre os países que mais gastam energia, enquanto que os alemães utilizam o dispositivo continuamente por 32,1 horas.

Fonte: E-mail