Pesquisa mostra que 78% dos brasileiros querem regularização do Uber no País

Por Redação | 16.02.2016 às 09:36

Uma pesquisa encomendada pelo Uber e realizada pelo instituto Datafolha em quatro capitais brasileiras revelou que o serviço do aplicativo é aprovado pela maioria dos entrevistados, que também defendem a regularização do serviço. Ao todo foram entrevistadas 1.775 pessoas em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília no mês de novembro de 2015.

A pesquisa mostrou que 95% dos entrevistados aprovam o Uber, enquanto que somente 4% pensam que o serviço deveria ser proibido. 17% das pessoas ouvidas acreditam que o serviço deveria continuar a operar no modelo atual, sem nenhum tipo de regularização do governo. Por outro lado, 78% das pessoas acreditam ser necessário a regulamentação do serviço. Em São Paulo, 75% das pessoas pensam ser necessário haver uma regularização da plataforma, enquanto em Belo Horizonte 86% têm a mesma opinião. No Rio de Janeiro esse índice é de 79%, enquanto em Brasília ele atinge 83%.

A pesquisa também perguntou às pessoas se aplicativos como o Uber melhoram a qualidade das cidades. O resultado foi que 73% dos entrevistados responderam que sim, enquanto que 20% acreditam que os apps não fazem nenhuma diferença neste sentido.

Entre aqueles que já utilizaram o Uber, a pesquisa perguntou qual a nota que eles dariam para o serviço de 0 a 10 e descobriu que a média de satisfação com o serviço foi de 9,2. "Esta nova pesquisa apenas reforça o que a consulta pública já mostrou – 90% da população de São Paulo aprova esta nova opção de mobilidade para a cidade. Uma regulação positiva é o que a cidade quer agora, cabe ao prefeito publicá-la", declarou o diretor-geral do Uber no Brasil, Guilherme Telles.

Os números de aprovação ao Uber revelados pela pesquisa vão na contramão da recente onda de protestos de sindicatos e as constantes agressões cometidas por motoristas de táxis contra os motoristas e passageiros do Uber.

Fonte: Folha de S. Paulo

Fonte: http://olhardigital.uol.com.br/noticia/pesquisa-revela-que-78-defende-regulamentacao-do-uber-no-brasil/55158