Número de motoristas cadastrados no Uber cresce 900% em um ano no Brasil

Por Redação | 30 de Outubro de 2017 às 09h46

Em meio a discussões políticas sobre a regulamentação que pode afetar seu funcionamento, e de todos os serviços de aplicativos de carona pagos, o Uber divulgou uma atualização dos números de motoristas frequentes credenciados pela plataforma aqui no Brasil. 

E o crescimento é exponencial. Atualmente mais de 500 mil motoristas estão dirigindo para a empresa por aqui, um salto de 450 mil parceiros comparando com o mesmo período do ano passado. E neste número só estão contabilizados aqueles que realizaram viagens no último mês, sendo que o número de motoristas cadastrados no Uber é muito maior, porém não divulgado pela empresa.

Destes 500 mil, 150 mil motoristas atuam somente no estado de São Paulo, com grande concentração na região metropolitana da Grande São Paulo. Como comparação, são 38 mil taxistas com alvarás concedidos na capital do estado. A maior cidade do país não é superlativa apenas na quantidade de motoristas para o Uber, mas também é a cidade com mais viagens feitas por mês no mundo inteiro pelo aplicativo. 

A divulgação destes números pode ser mais uma tentativa para conter o projeto de lei que tramita no Congresso Nacional e que cria regras mais rígidas para o funcionamento deste tipo de serviço no país. Entre os pontos mais críticos da proposta estão a adoção da placa vermelha, letreiros luminosos identificando os veículos dos serviços e que os motoristas tenham de possuir uma autorização específica emitida pelo poder público municipal.

O projeto de lei complementar (PLC) 28/2017 ganhou na semana passada regime de urgência, o que o coloca como prioridade frente a outras pautas discutidas no Senado Federal. As discussões sofrem forte influência de entidades ligadas a taxistas. O assunto é tratado com tanta seriedade que até mesmo o CEO da Uber, Dara Khosrowshahi, virá ao Brasil acompanhar de perto a votação do que está prometida para esta terça-feira (31).

Ainda neste mês, as principais companhias de serviço de transporte por aplicativo (Uber, Cabify, 99 e Lady Driver)  lançaram uma campanha na internet contra o avanço do projeto de lei, que inviabilizaria o funcionamento das empresas no Brasil. O #JuntosPelaMobilidade conseguiu 825 mil assinaturas pedindo um debate maior sobre a regulamentações e divulgou as páginas oficiais de Facebook e Twitter de senadores pedindo que a população faça pressão nos parlamentares sobre o assunto.

Fonte: Folha de S.Paulo

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.