Novos filtros do Snapchat identificam o que há nas fotos e sugerem stickers

Por Redação | 27 de Novembro de 2017 às 17h25
TUDO SOBRE

Snapchat

Aquela dúvida sobre qual elemento gráfico usar na foto antes de postar no Snapchat está com os dias contados. A rede social lançou novos filtros capazes de identificar o que está nas fotos e, assim, sugerir intervenções, como molduras ou stickers, antes de o usuário publicar o conteúdo.

Esses novos filtros estão aptos a reconhecer pets, vários tipos de comida, esportes e alguns lugares específicos, como praias, por exemplo. Os stickers desses novos recursos vão ficar disponíveis no carrossel e serão liberados à medida que o usuário tirar fotos com certas configurações, ou usar arquivos do Google Imagens.

A novidade se junta aos filtros inteligentes já existentes no Snapchat, como os de geolocalização. Esses filtros, que mostram opções como tempo, temperatura e velocidade, foram movidos para a barra de ferramentas criativas, disponíveis agora como stickers.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Foto de pet com os novos filtros do Snapchat

Impacto na publicidade

O recurso de sugestão de filtros baseada no que está na foto pode impactar o modelo de negócios de publicidade do Snapchat. Afinal, as marcas teriam condições de direcionar os usuários com base no que estão postando, de forma mais precisa.

O reconhecimento de objetos é um padrão que já vem sendo adotado por outros aplicativos, como o Photos (Apple), Prime Photos (Amazon) e Google Fotos. Só que esse recurso é usado para identificar fotos de natureza semelhante, não para sugerir elementos gráficos.

Uma exceção, até agora, é o Skype, que acrescentou uma funcionalidade semelhante à do Snapchat, chamada de Photo Effects.

O filtro reconhece um local e é capaz de sugerir stickers

De certa forma, os filtros são um avanço ao recurso, já existente na rede social, de reconhecimento de imagem. Até agora, os usuários podiam pesquisar no Stories ou Memories por palavras-chave.

Esse é mais um passo que o aplicativo dá para se recolocar no segmento. Além de querer tornar o Snap mais fácil para as pessoas mais velhas, em breve o feed será baseado em algoritmos e não mais na ordem cronológica inversa.

Fonte: TechCrunch

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.