Novo app facilita a denúncia de violência no transporte público de São Paulo

Por Redação | 30.09.2015 às 11:47

A partir de agora, as mulheres contarão com mais uma ferramenta para denunciar assédio e abuso no transporte público da capital paulista. Lançado na última quinta-feira (24), o aplicativo HelpMe facilita a denúncia dessas e de outras formas de violência que costumam acontecer nos trens e metrôs da cidade.

Criado por Renato Sanches, de 26 anos, o app possibilita o envio de mensagens de texto para a central do Metrô e da CPTM com duas opções de ação: uma chamada “SMS Urgente”, que envia a mensagem padrão “Estou sofrendo abuso!” para a central; e a “SMS Detalhada”, que permite o envio de informações adicionais, como a linha do trem onde houve a ocorrência, o sentido, a próxima estação e outros detalhes que podem facilitar a identificação do abusador, como a descrição da roupa do sujeito.

HelpMe

Ao criar o aplicativo, o jovem desenvolvedor pensou na urgência que esse tipo de situação exige. “Os metrôs e trens de São Paulo têm seus canais de contato, mas, bem na hora em que você precisa, você não consegue acessá-los porque não lembra o número”, explica. Por isso, o HelpMe oferece a ferramenta de contato diretamente com esses canais por meio de mensagens SMS - portanto, é preciso que o celular esteja com créditos para que a mensagem seja enviada.

Além de enviar o pedido de socorro por mensagem, o app também permite soar uma sirene em volume alto para chamar a atenção de outros passageiros. “A intenção é dar às mulheres ferramentas que ajudem a se defender numa situação de abuso. Às vezes, ela não tem coragem de gritar, mas, com um botão, ela pode acionar a sirene e inibir o abuso”.

Homens que presenciarem situações de abuso ou violência também podem (e devem) usar o HelpMe para fazer a denúncia. Na opção de mensagem detalhada, também é possível notificar atitudes ilegais, como comércio ambulante, vandalismo, assaltos e furtos.