Netflix vai exibir prévia animada de suas produções em app móvel

Por Jessica Pinheiro | 08 de Março de 2018 às 12h13
TUDO SOBRE

Netflix

Prévias das séries e filmes que fazem parte do catálogo da Netflix devem chegar aos aplicativos mobile em abril deste ano, de acordo com o anúncio feito pelo vice-presidente de produtos da empresa, Todd Yellin. Em um evento voltado para jornalistas que aconteceu nesta quarta-feira (7) em Los Gatos, Califórnia, a companhia revelou que o novo recurso permitirá que os assinantes da plataforma avaliem a obra, visualizando 30 segundos de um vídeo vertical que aparecerá na tela.

Na verdade, a Netflix já havia introduzido uma funcionalidade similar como parte de sua interface de TV há alguns anos, mas esta será a primeira vez que a empresa apresentará o recurso em vídeos verticais em seus aplicativos móveis.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

As prévias estão sendo integradas na tela inicial do aplicativo, com ícones redondos que lembram vagamente os Stories do Instagram. Os usuários tocam nestes ícones para assistir a uma das pré-visualizações e, em seguida, passam outras para que os usuários explorem mais shows e séries que estão no catálogo. No lançamento dessa nova funcionalidade, a Netflix apresentará até 75 destes previews.

Segundo Yellin, as pré-visualizações estarão disponíveis para centenas de títulos, incluindo obras originais e licenciadas. “É uma grande parte do catálogo”, disse ele, se referindo ao número de séries e filmes que farão parte do novo recurso.

Considerável base de usuários mobile

O vice-presidente compartilhou as novidades como parte do Netflix’s Lab Days, um evento de dois dias em que a empresa divulgou algumas de suas tecnologias. Ele disse que a empresa estava procurando por uma maneira de inovar nos dispositivos móveis porque a plataforma se provou importante neste segmento, o que significa que há uma considerável base de usuários da Netflix que utilizam dispositivos mobile para consumir o conteúdo do serviço.

Cerca de 20% de todas as visualizações da Netflix ocorrem em dispositivos do tipo, e mais de 50% dos assinantes usam seus aparelhos para acessar o serviço mensalmente. Sobre isto, Yellin citou algumas melhorias recentes voltadas para esse público, tais como a possibilidade de fazer downloads nos aplicativos mobile da Netflix, e também a otimização de codecs para permitir uma reprodução em resolução alta com apenas 200 kbps.

Muitos testes antes de implementar

Assim como qualquer nova funcionalidade que uma empresa quer aplicar, as prévias de visualização também passaram por testes. O anúncio feito nesta quarta só foi feito porque a Netflix considera que é seguro implementar o novo recurso.

E embora a plataforma seja famosa por dar muita atenção aos testes de suas novidades antes de disponibilizá-las ao público, ainda assim algumas funcionalidades não conseguem tal façanha. Exemplo disso é a ideia de adicionar recursos sociais à plataforma. A proposta visava integrar redes sociais ao serviço, e Yellin admitiu que eles vêm tentando inovar neste aspecto por anos, mas ainda não conseguiram.

A princípio, a plataforma de streamings tentou construir sua própria rede social, mas apenas 2% dos assinantes participaram e, não vendo mais sentido em continuar por causa dessa baixa interação, a empresa descontinuou a ideia. Em seguida, a Netflix passou a permitir que os usuários simplesmente compartilhassem suas descobertas e opiniões sobre os shows e séries no Facebook. “Não funcionou”, disse Yellin.

Atualmente, a empresa pensa e age diferente no que tange as redes sociais e seus assinantes. Ao invés de tentar recriar ou se equiparar às redes sociais já existentes, ela apenas participa delas, utilizando de contas dedicadas para alguns de seus shows. A série Stranger Things, por exemplo, possui contas oficiais em algumas redes.

 

Fonte: Variety

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.