Microsoft e Uber deixam associação que reúne Big Techs dos EUA

Microsoft e Uber deixam associação que reúne Big Techs dos EUA

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 17 de Novembro de 2021 às 16h39
Divulgação/Microsoft

Nesta terça-feira (16), a Microsoft e a Uber saíram da Internet Association (IA), um grupo que atua na representação das maiores empresas de tecnologia dos Estados Unidos em questões de políticas públicas. A presença de ambas as empresas era extremamente importante para a entidade lobista, mas não significa o fim dela.

Segundo a apuração do site Axios, a Microsoft abandona o grupo após notar reavaliar sua participação e notar um desalinhamento com a própria agenda de políticas públicas. “Defendemos políticas públicas que apoiem nossos objetivos de negócios”, pontuou um porta-voz da empresa ao veículo.

Microsoft e Uber ainda são listadas como membros da associação, mas deve ser questão de tempo até serem retiradas (Imagem: Reprodução/Internet Association)

A Internet Association foi fundada em 2012 e ainda representa judicialmente empresas como Google, Facebook e Amazon. O objetivo do grupo é defender políticas de interesse comum para o segmento de tecnologia frente ao governo norte-americano, algo que era importantíssimo naquele período.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Contudo, ao passar dos anos, as empresas foram adquirindo cada vez mais independência nesse quesito, enfraquecendo, assim, a IA. As prioridades de cada companhia variam conforme sua dimensão e visão de mercado, segmentação que a entidade dificilmente consegue lidar.

Associação respeita a decisão

Para a vice-presidente sênior de comunicação global e assuntos públicos da IA, Christina Martin, perder membros do grupo é “lamentável”, mas existe respeito às decisões das companhias. O impacto da movimentação da Microsoft e da Uber não foi comentado.

No site oficial da Internet Association, a Microsoft e a Uber ainda são listadas como membros, mas deve ser apenas questão de tempo para serem retiradas de lá. A saída das empresas, num primeiro momento, não deve gerar mudança alguma, mas questões judiciais futuras e seus desdobramentos podem evidenciar consequências da movimentação.

Fonte: Axios

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.