Lyft começa testes de sistema de assinatura para corridas

Por Felipe Demartini | 16 de Março de 2018 às 11h13

A Lyft, empresa de transporte por aplicativo que é uma das principais rivais da Uber nos Estados Unidos, iniciou nesta semana os testes de um sistema de assinaturas que pode trazer mais vantagens para seus usuários regulares. A ideia é que as pessoas paguem um valor mensal, que dá direito a um determinado número de viagens, em vez de acertarem a cada corrida realizada.

Na teoria, é uma ideia boa para todos os envolvidos – a empresa receberia mais dinheiro de uma só vez, enquanto os usuários, apesar de pagarem valores maiores, teriam grandes descontos no total. Nos testes, por exemplo, essa redução seria de até 50% no pacote de viagens, que são oferecidos de forma individual e de acordo com o perfil de cada utilizador.

Em todos os casos, as corridas cobertas pelo programa de assinatura são de até US$ 15, com o excedente sendo pago separadamente pelo usuário. Um dos pacotes, por exemplo, oferece 30 viagens em um mês por US$ 199, menos da metade do valor unitário. Outro oferece a mesma quantidade, mas para utilizadores menos frequentes, por US$ 300, ainda assim uma redução de mais de US$ 100 em relação ao preço “cheio”.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Pacotes menores também estariam sendo experimentados. Com as mesmas regras, a Lyft também estaria oferecendo opções de sete corridas semanas por US$ 49, com a noção de que a compra garantiria um desconto de mais de 50%. A cobrança acontece automaticamente e os créditos são liberados no aplicativo, podendo ser usados a qualquer momento e em qualquer cidade atendida pela plataforma, independentemente de condições sazonais como as tarifas dinâmicas, por exemplo.

A empresa, entretanto, não confirmou oficialmente a realização de testes com o público. No passado, entretanto, o CEO da Lyft, Logan Green, já havia afirmado que um futuro possível para o mercado de transportes por aplicativos é, justamente, a aplicação de sistemas de assinaturas. A empreitada atual, então, pode representar o primeiro passo nessa direção.

Fonte: Engadget

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.