Huawei inicia processo de registro de novo sistema operacional na Europa

Por Rafael Rodrigues da Silva | 15 de Julho de 2019 às 16h52
Reprodução
Tudo sobre

Huawei

Saiba tudo sobre Huawei

Ver mais

Após o presidente Trump ter colocado a Huawei em uma “lista negra” do país e a impedido de fazer negócios com empresas do Estados Unidos, a companhia começou a se preparar para um futuro onde não poderia depender da Google como fornecedor do sistema operacional para os smartphones da empresa. E, pelo jeito, mesmo depois dela ser retirada dessa lista, a companhia já está pronta para seguir com esses planos.

Na última sexta-feira (12), a Huawei deu entrada no Instituto da Propriedade Intelectual da União Europeia (EUIPO) um pedido de registro para o nome “Harmony” que, de acordo com a ficha, será usado pela Huawei em um sistema operacional para dispositivos móveis.

Assim, tudo indica que “Harmony” é o nome com o qual a empresa irá lançar no ocidente o seu sistema operacional próprio, que é conhecido na China pelo nome de HongMeng. O pedido ainda está em processo de avaliação, mas é muito provável que o registro do nome seja liberado para a Huawei sem grandes problemas.

Pedido de registro feito pela Huawei para o nome Harmony (Imagem: LetsGoDigital)

Fica claro então que a história da Huawei já ter um plano pro caso de não conseguir se acertar com o governo dos Estados Unidos não é um blefe, e agora a empresa já está oficialmente se preparando para se tornar independente das empresas americanas, o que pode ser um duro golpe para elas — principalmente para a Google, que pode perder todos os usuários da segunda maior fabricante de smartphones do mundo caso a Huawei lance mesmo seu sistema próprio.

Fonte: PPLWare

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.